Conhecimento

Problemas sociais que afetam os alunos e as escolas

Escrito por kyra sheahan | Traduzido por carol matos
Problemas sociais que afetam os alunos e as escolas

Converse com os seus filhos sobre os problemas sociais que os afetam na escola

Jupiterimages/Comstock/Getty Images

Muito do que acontece na sociedade é refletido dentro do sistema educacional, afetando os alunos e suas experiências de aprendizagem. Resolver e evitar tais problemas começa com a devida identificação e conscientização. Os sistemas educacionais devem reconhecer quais são os tipos de problemas sociais primordiais e educar alunos e pais quanto às maneiras de combatê-los. Professores e pais podem colaborar em estratégias para minimizar os problemas sociais nas escolas.

Racismo na sala de aula

O racismo é um problema social que existe em todas as facetas da sociedade, dos ambientes empresariais às escolas. Evidencia-se que essa questão adentrou as salas de aula devido aos comentários discriminatórios feitos por colegas preconceituosos contra aqueles pertencentes a grupos minoritários. Embora os professores possam proibir as guerras verbais na escola, o racismo continuará existindo se os pais também não colaborarem para corrigir os comportamentos preconceituosos dos seus filhos dentro de casa. Porém, se os alunos estiverem aprendendo suas crenças e comentários racistas com os próprios pais, os professores não poderão contar com a ajuda deles para resolver o problema.

Oportunidades desiguais

Na esfera da discriminação está o problema social das oportunidades educacionais desiguais para os indivíduos oriundos das classes de baixa renda e de grupos minoritários. Os alunos pertencentes a esse grupo de risco demográfico perdem a oportunidade de receber o mesmo nível de qualidade educacional oferecido aos alunos das classes média e alta dos grupos não-minoritários. O grande problema social nesse caso é que o sistema educacional tem desigualdades e oferece oportunidades desproporcionais baseadas em afiliação cultural e nível de renda, quando, idealmente, todas as crianças deveriam ter uma educação igualitária.

Economia

A economia tem um papel significativo nos problemas sociais que afetam alunos e escolas. À medida que as crianças se desenvolvem, elas começam a notar as pressões financeiras que seus pais e familiares vivenciam. Em um sistema econômico perverso, pode ser difícil para as famílias equilibrarem o orçamento, especialmente para aquelas com pais solteiros. Em consequência, alguns estudantes abandonam a escola para ajudar a família financeiramente. De acordo com um estudo realizado pelo "National Center for Education Statistics" em 2004, a renda é uma questão primordial envolvida na decisão do aluno de deixar a escola, e estudos mostram que crianças de famílias de baixa-renda são seis vezes mais propensas a abandonar a escola do que aquelas que vêm de famílias abastadas. As escolas e os pais podem atuar em parceria para ajudar os alunos a resistirem a essa decisão.

Abuso de substâncias

O abuso de substâncias e os vícios tornaram-se uma epidemia. Muitas crianças, mesmo em idades precoces, têm acesso a substâncias viciantes, drogas ilegais e álcool. O uso dessas substâncias leva a problemas sob a forma de violência, comportamentos criminosos, gravidez na adolescência e desinteresse em relação à educação. Tóxico-dependentes podem abandonar a escola por completo ou ter dificuldades em manter um alto nível de desempenho. Esse problema social pode ser melhor controlado através de um ambiente estruturado e de apoio para os alunos, tanto em casa quanto nas escolas.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media