Procedimentos da castração masculina humana

Escrito por bruce j. martin | Traduzido por vitoria felix

A castração é a retirada dos testículos, resultando em esterilidade, diminuição do desejo sexual e inibição de características sexuais secundárias, como o crescimento de pelos e engrossamento da voz. Castração em seres humanos, às vezes, é necessário para prevenção do câncer ou como punição ou impedimento para crimes sexuais.

Outras pessoas estão lendo

Motivos e história

Na década de 1990, alguns estados norte-americanos consideravam a castração obrigatória para predadores sexuais, seja através de cirurgia ou produtos químicos. A ideia era que os molestadores de criança não iriam continuar praticando esses crimes se castrados. No entanto, muitos afirmam que nem todo o desejo sexual diminui com a castração, nem necessariamente detém outras práticas criminosas. Seis estados autorizaram ou exigiram a castração química para reincidentes sexuais. Alguns outros países ocidentais permitem o procedimento como um efeito punitivo. Outras razões para a castração incluem o fato de que ela diminui o fluxo de sangue e provoca a morte de células endoteliais, que podem reduzir a chance de câncer de próstata. A remoção de um dos testículos cancerosos é um procedimento padrão para evitar a propagação do câncer testicular. Algumas seitas religiosas antigas também têm usado a castração como um indicador de fidelidade e alguns homens escolhem serem castrados para afetar seu humor e estado mental.

Castração química

Sob supervisão médica, antiandrogênios, como drogas de ciproterona, são injetadas sob um tratamento de várias semanas. Andrógenos são hormônios, como a testosterona, que desenvolvem e mantêm masculinas as primárias e secundárias características sexuais. Com níveis mais baixos de testosterona, a maioria dos homens vão experimentar a redução do desejo sexual, da excitação e dos pensamentos relacionados com sexo. Em agressores sexuais, Depo-Provera, um tiro progestina, é usado. Castração química não remove os testículos e, se o tratamento químico é interrompido, a produção de testosterona e do esperma pode continuar.

Castração cirúrgica

Na castração cirúrgica, um cirurgião faz uma incisão no escroto e tira o vaso deferente até que o testículo seja completamente exposto. O canal deferente é amarrado e cortado, em seguida, o testículo é removido. O ducto deferente restante é colocado de volta na bolsa escrotal. Então, o médico costura a incisão. O mesmo procedimento é repetido para o outro testículo.

A castração burdizzo

Usado frequentemente por fazendeiros, um burdizzo é um dispositivo semelhante a um alicate que esmaga os vasos deferentes e artérias dos testículos. Uma vez que suprimento de sangue termina, o testículo começa a morrer. Uma vez morto, o testículo é absorvido pelo corpo e o homem fica estéril. Esse processo não é usado clinicamente nos países ocidentais, mas alguns homens que quiseram se castrar, o realizaram. O risco é que, se os vasos deferentes não são completamente esmagados, danos nos nervos é comum. Esse é um processo muito doloroso e analgésicos são necessários para uma ou mais semanas.

Faixas e corte

Novamente, não é utilizado clinicamente. Coloca-se uma banda elástica apertada em torno do topo do escroto e, em seguida, a área sob a banda é cortada, incluindo os testículos e escroto, a banda encoraja a vedação da ferida. Esse é um procedimento perigoso, sangramento abundante pode ocorrer se o corte é impreciso, exigindo emergência imediata.

Cuidados após os procedimentos

Para os homens submetidos à castração clínica, um médico irá prescrever analgésicos para procedimentos cirúrgicos e, ocasionalmente, medicamentos anti-náuseas para a castração química.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media