Procedimentos de cateter urinário canino

Escrito por cate burnette | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Procedimentos de cateter urinário canino
O procedimento de cateterismo urinário não é tão doloroso para os cães (Dog image by yellowj from Fotolia.com)

O cateterismo urinário é um procedimento veterinário comum executado para coletar urina estéril, esvaziar a bexiga ou aliviar uma obstrução urinária. Veterinários normalmente escolhem um cateter dependendo do tamanho do cachorro e do propósito do cateterismo. Se o cateter deve ficar na bexiga, os menores e mais flexíveis são os mais usados. Os maiores e mais resistentes são escolhidos se forem para aspirar a urina rapidamente ou para passar por uma obstrução urinária. Como o procedimento não é doloroso, a maioria dos animais machos não precisam de sedativos ou anestesias. Fêmeas podem precisar de sedativos por causa da natureza intrusiva do ato.

Outras pessoas estão lendo

Machos

O veterinário geralmente pedirá a um técnico veterinário para colocar o cão deitado de lado e segurar a perna superior traseira, expondo o prepúcio (a pele que cobre o pênis) e o pênis. O técnico irá retirar o prepúcio e expor a glande (a ponta do pênis). A glande e o prepúcio serão gentilmente lavados com uma solução antisséptica diluída e morna, e depois enxaguados com água morna ou solução salina estéril. O veterinário abrirá a parte de cima do pacote contendo o cateter e aplicará um lubrificante estéril e solúvel em água na ponta dele. Se o veterinário estiver usando luvas estéreis, ele irá retirar o cateter da embalagem. Se não, o cateter será colocado através do pacote e manuseado de forma asséptica.

A ponta do cateter será gentilmente inserida na abertura uretral. Conforme o veterinário avança o cateter lentamente pela uretra, ele pode encontrar alguma resistência em um pequeno osso existente no pênis canino ou na área da uretra que se curva em uma parte da pélvis chamado arco isquiático. Com uma pressão estável e leve, o veterinário normalmente passará por essa parte e encaixará o cateter na entrada da bexiga. A urina deve começar a fluir pelo aparelho conforme ele avança na bexiga por aproximadamente mais um centímetro. Uma seringa estéril maior é presa ao final do cateter e a urina é retirada da bexiga. O veterinário continuará aspirando a urina até que a bexiga esteja vazia, medindo o conteúdo da siringa para saber a quantidade de urina existente. Nesse momento, ele removerá o cateter.

Se o cateter precisar ficar na bexiga, o veterinário irá suturá-lo ao prepúcio usando gaze e material de nylon próprio para suturas. O final do cateter será preso com tubos a uma bolsa medidora e o animal será colocado em uma gaiola com a bolsa pendendo para baixo para que a gravidade possa retirar a urina do corpo. A produção de urina será medida periodicamente e anotada nos registros do paciente. Isso geralmente é feito em animais com um histórico de obstrução urinária ou em cães que não conseguem urinar.

Fêmeas

A fêmea é preparada exatamente da mesma maneira que o macho, exceto pelo fato de que ela pode estar de pé, deitada de lado ou deitada de bruços com suas pernas traseiras pendendo para fora da mesa de exame. Um técnico irá lavar sua vulva com uma solução suave e antisséptica e enxaguar com água ou solução salina estéril. Enquanto o técnico segura o rabo, o veterinário irá introduzir um mililitro de um gel de 2% de lidocaína (um anestésico local) na vagina. Usando luvas estéreis, ele irá inserir um dedo lubrificado na abertura vaginal até que sinta a abertura uretral externa. Se ele não conseguir encontrar a abertura com o toque, um otoscópio (o instrumento usado durante exames no ouvido) grande e aceso será colocado na vagina para permitir que o veterinário encontre a uretra. Um cateter estéril com uma solução também estéril solúvel em água na ponta será introduzido na vagina e avançará através da uretra até que adentre a bexiga. A urina será retirada com uma seringa estéril e o cateter removido, ou, se ele precisar ficar na bexiga, será preso ao corpo da cachorra e um aparelho de coleta de urina será colocado na ponta livre do cateter.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível