Saúde

Processo de cura de uma fíbula quebrada

Escrito por gregory hamel | Traduzido por kelly isay
Processo de cura de uma fíbula quebrada

Fratura na fíbula requer imobilização.

A fíbula é o menor de dois ossos na parte inferior da perna, entre o tornozelo e o joelho. Fraturas na fíbula são muito comuns, pois esse osso faz parte do sistema de apoio e carregamento de peso do pé e da parte inferior das pernas. Para curar uma fratura nesse local é necessária a atenção de um médico e a imobilização da perna por várias semanas.

Tipos

O tipo de fratura que a fíbula sofre tem um papel importante na escolha do tratamento e no processo de cicatrização. Essas quebras podem ocorrer como resultado de um estalo devido à tensão repetitiva sofrida pelo osso conforme o tempo se passa. Fraturas causadas por tensão geralmente não são severas e podem até se tratar de quebras incompletas, o que significa que o osso trinca, porém não se divide em dois. Rupturas causadas por trauma na parte inferior da perna podem ser mais graves, resultando em uma quebra completa, com a separação do osso em duas ou até múltiplas partes. Em casos mais sérios, parte do osso pode sobressair-se da pele, situação conhecida como "fratura exposta". Esse tipo de lesão requer atenção médica imediata para se prevenir uma infecção.

Tratamento em casa

Pernas quebradas geralmente ocorrem durante uma atividade física ou como o resultado de um acidente de algum tipo. Nessas situações, nem sempre é possivel o acesso rápido à ajuda média. Quando esse for o caso, deve-se descansar a perna machucada e deve-se aplicar gelo ao local com bolsas ou submergindo a perna em água gelada. Se houver muita dor, elevar a perna e usar uma bandagem de compressão em volta do local lesionado, já que isso também ajuda a reduzir o inchaço.

Tratamento médico

O tratamento médico numa fratura fibular começará, tipicamente, com um raio-X para determinar o local, tipo e severidade da lesão. Se os pedaços quebrados do osso não estiverem alinhados propriamente, o médico pode ter que manipulá-los para que eles fiquem no local correto e, então, a perna é colocada em uma tala para imobilizá-la. Um molde de gesso pode ser aplicado mais tarde ao invés da tala. Manter o osso imobilizado e livre de peso usando muletas ou uma cadeira de rodas, é uma parte essencial do processo de cura de uma fratura na fíbula.

Processo de cura do osso

Ossos curam-se sozinhos, naturalmente, com o tempo. O tratamente para uma fratura óssea é focado em oferecer ao corpo o melhor ambiente possível para que esse processo ocorra. Quando um osso quebra, o organismo forma um coágulo entre as partes rompidas. Com o tempo, o sangue coagulado é substituído por cartilagem e um tecido mais rígido, que são, por suas vezes, eventualmente substituídos por ossos. Depois que a lesão for preenchida e conectada por osso novo, ainda pode levar-se meses para que ele se endureça completamente e atinja o mesmo nível de circulação sanguínea que um osso saudável.

Período de tempo

Ossos quebrados geralmente levam entre seis a oito semanas para sararem até um ponto onde a imobilização possa ser retirada e que se possa voltar a colocar peso em cima deles. Dependendo do tipo de lesão, o tempo de recuperação pode ser mais curto ou longo. Os ossos quebrados em múltiplos lugares levarão mais tempo para cicatrizar. Também é importante não retornar às atividades tão rapidamente logo que o gesso ou outro dispositivo para imobilização seja retirado. A fíbula pode estar pronta para atividade moderada, exceto correr e pular. O retorno à prática de esportes deve ser lenta e cuidadosa.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media