Processo para tirar a água dos alimentos congelados

Escrito por lexa w. lee Google | Traduzido por marcos vinicios de araújo barros
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A liofilização é o processo de remoção da água dos alimentos congelados. Esse método, inventado durante a Segunda Guerra Mundial, preserva os alimentos frescos ou cozidos para serem armazenados por um longo tempo de forma bastante eficaz. O alimento permanece congelado enquanto o gelo é removido a vácuo para preservar as estruturas celulares e os nutrientes, como as vitaminas e os minerais. Para preparar os alimentos nesse estado, basta adicionar água para hidratá-los.

Outras pessoas estão lendo

História

A liofilização foi originalmente desenvolvida como uma maneira de preservar e armazenar o plasma sanguíneo para ser utilizado em casos de emergência, sem ter de refrigerá-lo. Após a Segunda Guerra Mundial, a liofilização também foi vista como um método de conservação de alimentos. Depois que provou ser eficiente para preservar café, ela também foi adaptada para processar outros alimentos, como legumes, frutas, carnes e ovos. A técnica é bastante eficaz para pedaços de alimentos pequenos e finos, mas não tanto para os pedaços maiores e grossos; porque, nesse caso, a umidade não evapora facilmente.

Como o método funciona

O alimento fresco ou cozido congela rapidamente em bandejas rasas ou frigideiras previamente resfriadas após ser colocado numa câmara de vácuo e aquecido para evaporar a água congelada. Esse método de aquecimento e evaporação sublima o gelo, o que significa que a água muda de sua forma sólida para vapor sem liquefação. De acordo com o site www.beprepared.com, essa forma de secagem remove cerca de 98% da umidade do alimento. Toda a água derretida e uma parte da que está impregnada nas células é removida. Depois disso o alimento é embalado a vácuo.

Vantagens

A liofilização remove quase toda a água dos alimentos; portanto, eles ficam leves. Considerando esse ponto, junto com o fato de que os alimentos nesse estado não exigem armazenamento especial ou refrigeração, o resultado é a redução significativa dos custos com transporte. Além disso, a textura, a aparência, o sabor e o frescor são preservados e a preparação para o consumo final é muito simples. As vantagem dos alimentos liofilizados é que eles podem ser consumidos em situações de catástrofe ou emergência; além disso, podem facilitar as coisas para as pessoas que precisam levar sua comida para certos locais onde fica difícil prepará-la do modo convencional.

Informações adicionais

Apesar de todas as vantagens, há alguns pontos negativos. Por exemplo, os produtos liofilizados são relativamente mais caros em relação aos alimentos enlatados e congelados convencionalmente. O fato é que o equipamento para realizar o processo é caro. Além disso, leva tempo e exige trabalho intensivo. A liofilização geralmente é feita em locais que têm áreas espaçosas para receber os produtos, armazenar, preparar, congelar, secar e embalá-los. Além disso, em alguns locais pode haver uma cozinha e um espaço para pesquisas. Algumas indústrias processam um tipo de produto, enquanto outras produzem uma grande variedade de alimentos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível