Produtos caseiros para matar larvas da lata do lixo

Escrito por kevin fobbs | Traduzido por rodrigo castilhos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Produtos caseiros para matar larvas da lata do lixo
O material orgânico de uma lixeira é o lugar para a procriação de moscas (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

Larvas de mosca são atraídas pelas latas de lixo, que contêm carne podre, alimentos estragados, bem como água estagnada ou algum outro tipo de líquido em seu interior. Essa combinação forma um lugar perfeito para procriação de moscas e infestação de larvas. Há várias maneiras de matar e prevenir infestações com produtos caseiros e medidas preventivas.

Outras pessoas estão lendo

Produtos domésticos comuns

Para começar a prevenção contra infestações de larvas, limpe a lixeira sempre que lixo for tirado. Jogue o líquido fora e adicione limão, sal ou vinagre sobre as larvas. Polvilhe um pouco de pó de diatomito, disponível em lojas de jardinagem e floriculturas. O diatomito é um produto fóssil natural usado para matar larvas e lesmas, informa o site da Cidade de Hamilton, Califórnia (EUA).

Água quente

Outra maneira de matar as larvas é derramar água quente sobre elas. Esvazie a lixeira primeiro, tire toda a água estagnada que houver dentro. Despeje água quente dentro dela. "Também se pode adicionar amônia, mas nunca misture água sanitária e amônia ao mesmo tempo, pois essas duas substâncias juntas podem ser mortais", recomenda o site Knowledge Galaxy.

Prevenção de larvas

A prevenção é a melhor maneira para evitar problemas. A borda externa da lixeira deve ser coberta com vinagre ou sal para evitar a entrada de moscas, diz o site da Cidade de Hamilton. Além disso, pode-se polvilhar sal ou cal dentro da lata. Colocar ácido bórico no fundo da lixeira também impedirá o desenvolvimento da larva.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível