Produtos químicos encontrados em amaciantes de roupas

Escrito por natasha gilani | Traduzido por mariana munhoz
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Produtos químicos encontrados em amaciantes de roupas
Substâncias químicas nos amaciantes de roupas (new shirt image by Kimberly Reinick from Fotolia.com)

O amaciante de roupas é usado nas máquinas de lavar para amaciar os tecidos e evitar a estática. Ele cobre a superfície dos tecidos com substâncias lubrificantes que reduzem as marcas, aumentam a resistência contra manchas, deixam o tecido mais macio ao toque e previnem o acúmulo de eletricidade estática. Os amaciantes estão disponíveis em forma líquida, normalmente.

Outras pessoas estão lendo

Alfa-terpineol

O alfa-terpineol (fórmula molecular C10H18O) é um líquido incolor combustível, com um leve aroma floral, que oferece fragrância a amaciantes de roupas. De acordo com o Environmental Health Network, o alfa-terpineol causa desordens no sistema nervoso, hipotermia, dores de cabeça, depressão, ataxia (ou a perda da coordenação muscular) e irritação nas membranas mucosas.

Acetato de benzila

O acetato de benzila (fórmula molecular C9H10O2) é usado como um agente de fragrância em amaciantes de roupas. Ele é um líquido incolor com um odor leve floral (parecido com o da jasmim). O acetato de benzila é o ingrediente primário no óleo de gardênia e em amaciantes com o cheiro de jasmim. De acordo com um estudo conduzido pela universidade de Berkeley, o acetato de benzila está ligado ao câncer do pâncreas. O vapor dessa substância causa irritação nos olhos e nas vias respiratórias.

Álcool benzílico

O álcool benzílico (fórmula molecular C6H5CH2OH) é um líquido incolor com um aroma agradável. Ele é produzido a partir de plantas e é encontrado em diversos óleos essenciais, como os de ylang ylang, de jacinto e de jasmim. O álcool benzílico causa desordens do sistema nervoso, irrita o sistema respiratório superior e pode levar à morte, em casos mais severos. Outros sintomas de envenenamento por álcool benzílico incluem vômito, náusea e dores de cabeça.

Clorofórmio

O clorofórmio (fórmula molecular CHCI3) é um líquido denso, incolor e de aroma adocicado. Ele é usado como solvente e agente aromático em amaciantes de roupas. O “11th Report on Carcinogens” (11º Relatório De Cancerígenos), publicado pelo Programam Nacional Americano de Toxicologia, lista o clorofórmio como cancerígeno (uma substância causadora de câncer). A superexposição ao clorofórmio causa sonolência, tonturas, vômito, náusea, dores de cabeça, danos ao fígado e aos rins, problemas cardíacos, problemas de pele e infecções respiratórias.

Acetato de etila

O acetato de etila (fórmula molecular CH3COOCH2CH3) é um líquido incolor de cheiro doce. Ele é usado como solvente e agente aromático. A Agência de Proteção Ambiental Americana (U.S. Environmental Protection Agency -- EPA) lista o acetato de etila como um resíduo perigoso para o meio ambiente. Os riscos à saúde associados ao acetato de etila incluem danos aos rins e ao fígado, infecções respiratórias e anemia.

Limoneno

O limoneno (fórmula molecular C10H16) é um líquido incolor com um forte cheiro cítrico. Ele é usado em amaciantes de roupas, cremes de barbear, sabonetes, desinfetantes e colônias. O limoneno causa irritação nos olhos, na pele, na garganta e no nariz. Estudos em ratos de laboratório concluíram que esse ingrediente é suspeito de ser cancerígeno, aumentando a incidência de tumores renais e na bexiga. Os resultados desse estudo estão publicados no Volume 16 do periódico “Mutagenesis.”

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível