Projeto de feira de ciências sobre tipo sanguíneo humano e ascendência

Escrito por tamara christine van hooser Google | Traduzido por erika f curto
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Projeto de feira de ciências sobre tipo sanguíneo humano e ascendência
O doutor Landsteiner recebeu um prêmio Nobel em 1930, por descobrir os tipos de sangue ABO (John Foxx/Stockbyte/Getty Images)

Antes do médico vienense Karl Landsteiner descobrir os tipos sanguíneos em 1901, as transfusões de sangue eram um negócio perigoso, às vezes salvando uma vida e às vezes, antecipando a morte. Com a descoberta de alelos e antígenos, os médicos não apenas poderiam corresponder pacientes aos doadores de sangue compatíveis, mas tornou-se possível usar o tipo de sangue como um indicador preliminar da possível filiação. O sangue tipo O é recessivo, enquanto os tipos A e B são co-dominantes, o que significa que uma criança que receba os dois tipos de alelos de seus pais têm sangue tipo AB. Ambos os pais têm de passar em um alelo O, para que uma criança tenha o sangue do tipo O. Um projeto de feira de ciências sobre os tipos de sangue humano e as ascendências, ajuda a identificar qual dos adultos poderia potencialmente ser os pais de uma criança, por meio de tipagem sanguínea.

Outras pessoas estão lendo

Pesquise

Toda boa ciência começa ao familiarizar-se com o conhecimento atual estabelecido na área de estudo. Leia livros, artigos de revistas e sites a respeito de como o tipo de sangue é passado de pai para filho através da hereditariedade. Pesquise que os tipos de sangue são possíveis e não é possível na prole, dados os tipos de sangue dos pais. Defina um desafio para si mesmo, para obter a tipagem de amostras anônimas de sangue de pai e filho e combine a criança com os casais que poderiam ser seus pais. Alternativamente, pergunte se o pai e a criança poderiam doar sangue um para o outro em uma situação de risco de vida.

Hipótese

Uma indicação de hipótese cria um palpite educado, ou predição sobre os resultados de um experimento. Escreva uma descrição do que espera obter através de uma experiência de tipagem sanguínea. Por exemplo: "Vou corresponder crianças a tipos sanguíneos dos pais, para determinar se os membros da família têm tipos sanguíneos compatíveis para transfusão sanguínea, em caso de emergência".

Procedimento de teste

Colha amostras de sangue de pelo menos cinco a dez casais e seus filhos, usando um kit de tipagem sanguínea caseiro. Inclua sujeitos de diferentes origens raciais e étnicas, para comparar se certos tipos sanguíneos aparecem mais frequentemente em pessoas de diferentes raças e etnias. Rotule cada amostra com um código secreto e grave-o com o nome em uma folha separada, mas mantenha as amostras anônimas durante a fase de análise. Prenda os cartões de cada casal juntos, mas mantenha as amostras das crianças separadas dos pais. Compare o tipo de sangue de cada criança com cada casal. Faça uma tabela que indique se as combinações de tipo sanguíneo de cada casal poderia ter produzido o tipo sanguíneo dessa criança. Alternativamente, compare os tipos de sangue dentro de cada família, para determinar quais membros podem doar sangue com segurança um ao outro.

Resultados

Qualquer conhecimento ganho através da ciência apenas é útil se comunicado a outros em seu benefício. Escreva um resumo do processo de pesquisa, objetivos, hipóteses e testes. Faça tabelas e gráficos dos resultados. Crie um tipo de gráfico de compatibilidade com o sangue da família para cada uma e forneça-o à família, para seus arquivos médicos. Descreva o que aprendeu com este projeto, as limitações de tipagem sanguínea na determinação de ascendência e que recomendações faria para combinações entre pais e filhos mais precisas. Organize todas as peças escritas e visuais perfeitamente em ordem cronológica, em uma placa de exposição tripla em uma feira de ciência.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível