Qual é o propósito do prefácio em um livro?

Escrito por nadine smith | Traduzido por henry alfred bugalho
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Qual é o propósito do prefácio em um livro?
Apresentações, introduções e prefácios têm funções diferentes (Stockbyte/Stockbyte/Getty Images)

O prefixo na palavra "prefácio" dá uma pista do seu significado. "Pre" quer dizer "antes" e um prefácio é um breve texto que precede a parte principal do livro. Diferente de uma introdução, que é geralmente considerada parte do texto principal, um prefácio introduz o escopo de um romance ou endereça alguns assuntos interessantes, mas tangenciais, como agradecimentos àqueles que ajudaram com a publicação do livro. Em um prefácio, o autor conversa cara a cara com o leitor.

Outras pessoas estão lendo

Uma afirmação do propósito

Geralmente escrito pelo autor do livro, um prefácio pode servir para afirmar o propósito do livro e quais áreas que ele cobre ou não, para dar ao leitor uma noção do escopo do livro. Um prefácio de um romance ficcional poderá apresentar as razões da escrita do livro ou como a ideia do livro surgiu.

Antecedentes

Às vezes, prefácios fornecem os antecedentes históricos dos seus livros. Thomas Hardy, um romancista do século XIX, que frequentemente prefaciava seus romances, às vezes explicava se os personagens ou cenários de seus livros eram baseados em algumas pessoas ou lugares reais.

Explicação da publicação

Thomas Hardy também observa em seus prefácios quando um editor ou editora fez alguma mudança no manuscrito original. Edições subsequentes de um livro, depois de a primeira ter atingido grande sucesso, podem incluir um prefácio no qual o autor comenta suas conquistas sem precedentes.

Advertência ou apologia

Quando autores escrevem sobre um assunto controverso, eles às vezes incluem um prefácio que faz apologia ou às vezes defende sua escrita, especialmente no caso de edições subsequentes. Em "Judas, O Obscuro", de Thomas Hardy, e em "A Letra Escarlate", de Nathaniel Hawthorne, os dois romances narram histórias escandalosas de seus respectivos períodos, em edições posteriores adicionaram prefácios defendendo a obra.

Agradecimentos ou gratidão

Um prefácio pode listar brevemente indivíduos que o autor gostaria de agradecer pela inspiração, edição, revisão ou publicação.

Propaganda

Críticos às vezes veem prefácios como um tipo de uma propaganda do livro. Mark Twain escreveu um prefácio bem-humorado para "Huckleberry Finn", cuja graça pode ter encorajado muitos leitores a lerem o livro.

NOTA Pessoas tentando encontrar um motivo nessa narrativa serão processadas; pessoas tentando encontrar uma moral serão banidas; pessoas tentando encontrar um enredo levarão chumbo. PELA ORDEM DO AUTOR

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível