Propriedades da isoquanta

Escrito por frank howard | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Propriedades da isoquanta
Representação plástica de curvas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

A relação entre entradas, como capital, matéria prima, terra e trabalho, e saídas, ou produtos, é chamada de função de produção. Mostra o máximo de saída que pode ser produzida por unidade de tempo, usando quantidades dadas de entrada. As curvas isoquantas mostram as funções de produção graficamente. São compostas de um conjunto de pontos que representam combinações de capital e trabalho rendidos pela mesma saída. "Iso" significa "igual" e "quanta" significa "quantidade". Uma curva isoquanta é também chamada de curva de produto igual e curva de indiferença de produção.

Outras pessoas estão lendo

Declive negativo

As curvas isoquantas têm um declive negativo ou curva para baixo. Para uma isoquanta específica, o montante de trabalho está sempre inversamente relacionado ao montante de capital usado. De tal maneira que, se o capital ou trabalho for reduzido, o outro fator deve ser aumentado para manter a mesma produção. As isoquantas não podem ter um declive para cima.

Sem interseção

As isoquantas não se encontram umas com as outras ou cruzam umas com as outras; elas não se interceptam. Diferentes isoquantas são criadas por diferentes saídas para a mesma função de produção. Além disso, cada uma se relaciona com uma taxa ou saída particular. Então, uma interseção de isoquanta mostraria que os mesmos montantes de trabalho e capital com a mesma eficiência podem produzir duas saídas diferentes. Da mesma forma, isoquantas não podem ser tangenciais uma da outra.

Convexas em relação à origem

As isoquantas são, em geral, convexas em relação à origem. Isso significa que toda isoquanta se torna mais plana quanto mais a sua curva caminha para baixo. Como resultado, a curva nunca pode ficar paralela aos eixos X ou Y. Essa curva faz parte de uma forma oval. Se você viajar ao longo da isoquanta para baixo e para a direita, os valores de trabalho e capital se ajustam um com o outro para manter a saída constante. Então, sucessivos incrementos de capital resultam em redução de trabalho. Isso é chamado de lei dos retornos que diminuem. Como resultado, a isoquanta é convexa em relação à origem.

Representação do nível de saída

Cada isoquanta representa um nível particular de saída. Em outras palavras, você pode traçar uma isoquanta separada para cada unidade de mudança de saída. Também pode-se traçar uma isoquanta diferente para cada taxa de saída. Cada uma delas se conecta as combinações alternativas de entradas que são tecnologicamente eficientes para se atingir uma saída específica. As que estão mais longe da origem representam taxas mais altas de saída.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível