As propriedades dos sólidos, líquidos e gases

Escrito por rebecca rogge | Traduzido por a. araújo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As propriedades dos sólidos, líquidos e gases
O estado líquido é um dos mais reconhecíveis (Photos.com/Photos.com/Getty Images)

Os termos "sólido", "líquido" e "gasoso" são aplicados aos três estados da matéria mais comuns na Terra (Plasma, um quarto estado, é o mais comum no universo) e as propriedades individuais desses estados da matéria resultam de diferentes arranjos e comportamentos de suas partículas constituintes.

Outras pessoas estão lendo

Sólidos

Os sólidos consistem em partículas acumuladas muito próximas umas das outras e, embora tenham algum grau de mobilidade, não podem mover-se de um lugar para o outro — portanto, a matéria sólida normalmente não se espalha ou flui. Os sólidos podem ainda ser quebrados, mas são muito pouco compressíveis por conta do arranjo rígido de suas partículas. Existem dois tipos primários de sólidos: sólidos cristalinos, que possuem uma estrutura atômica muito regular e sólidos amorfos, que contêm partículas dispostas irregularmente. Sal de cozinha e açúcar são exemplos de sólidos cristalinos: sua estrutura regular e repetitiva pode ser observada com um microscópio. Plásticos e vidro são sólidos amorfos: não apenas sua estrutura atômica é irregular como também apresentam alta viscosidade — ou seja, eles "fluem" quando derretidos.

Líquidos

Líquidos também mantêm um arranjo próximo de partículas. Estas, entretanto, se movimentam de forma aleatória, o que significa que os líquidos podem ter densidade similar à dos sólidos, mas que também fluem e se adaptam à forma de seu recipiente. Os líquidos se espalham lentamente e podem ter viscosidades diferentes, dependendo de sua estrutura molecular.

Gases

As partículas em um gás são altamente móveis e distantes umas das outras, o que lhes permite que se movimentem de forma independente e em altas velocidades. Como suas partículas são muito distantes umas das outras, os gases têm densidades equivalentes a cerca de um centésimo daquelas presentes em sólidos e líquidos. Gases se espalham rapidamente e se adaptam à forma do recipiente, além de serem facilmente compressíveis por conta do espaço entre suas partículas.

Mudando os estados da matéria

Elementos e compostos podem passar de um estado da matéria para outro sem sofrer alterações em sua estrutura química. O oxigênio (O2), por exemplo, pode existir como gás ou como líquido, dependendo do arranjo de suas moléculas. O composto H2O é outro exemplo comum: ocorre como sólido (gelo), líquido (água) ou gás (vapor), mas sempre mantém sua estrutura química, composta por dois átomos de hidrogênio e um átomo de oxigênio.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível