Pros e contras de um teste de DNA

Escrito por nicole thelin | Traduzido por lucas borges
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Pros e contras de um teste de DNA
Genética controversa (dna image by chrisharvey from Fotolia.com)

O teste de DNA é uma tecnologia controversa. Tem sido usada como evidência conclusiva em incontáveis processos judiciais. Liberou muitos muitos criminosos e condenou muitos mais. Identificou pais, mães e irmãos. É altamente sensível e à prova de falsificação. Como DNA existe em todo o corpo, qualquer tecido pode ser analisado. Por outro lado, existem desvantagens nesse teste, incluindo violações de liberdade civil, resultantes de indivíduos que são analisados ​​sem concordar com o teste, e ao armazenamento de perfis de DNA de pessoas inocentes. Além disso, embora o DNA seja extremamente preciso, existe a preocupação de que traços de DNA em uma cena de crime possam falsamente implicar uma pessoa inocente. A maior preocupação com o teste de DNA, no entanto, parece ser o futuro. A possibilidade dos pais em modificar geneticamente seus filhos, ou companhias de seguros usarem perfis de DNA para discriminar pessoas com certos traços é extremamente assustadora para muitos.

Outras pessoas estão lendo

Ferramenta forense

O DNA é o método mais preciso e tecnologicamente avançado de identificação de criminosos e vítimas. Ele substituiu impressões digitais como o método mais preciso de identificação. Embora possa levar várias semanas antes dos resultados de um teste de DNA ficarem disponíveis, na maioria dos casos, os resultados conclusivos estão dentro de milionésimos de distância de serem 100% precisos. Nos casos em que as vítimas não são identificados, uma combinação de DNA pode dar à vítima uma identidade. Mais comumente, no entanto, ele é usado para identificar os criminosos, como estupradores e assassinos que deixam evidências de DNA na cena do crime.

Questões de paternidade e família

Testes de DNA podem efetivamente determinar a identidade do pai de uma criança. Ao testar o pai, mãe e o suposto filho, os padrões podem ser identificados de forma a determinar a probabilidade de paternidade. Estes testes são considerados 99,99% precisos e são juridicamente viáveis em estabelecer ordens de apoio de paternidade para a criança. Testes de DNA também podem ser usados para identificar outros membros da família, como os gêmeos que foram separados no nascimento, ou primos em busca de confirmação para a pesquisa genealógica. Podem também estabelecer zigosidade dupla, que revela se os gêmeos são idênticos ou fraternos. Em casos raros (cerca de uma dúzia de casos por ano), os hospitais podem confundir as crianças e dar aos pais bebês errados. Neste caso, o teste de maternidade pode identificar a quem pertence cada criança.

Versatilidade

Todo o tecido do corpo contém DNA. Um teste pode ser realizado em células de sangue, cabelo, pele, ou de qualquer outro tecido disponível, sem perder a veracidade. Em cenas de crime, este é um aspecto importante de testes de DNA. Desde que o DNA não seja afetado por contaminantes externos, tais como ácidos, bases ou outros produtos químicos, uma pessoa não pode alterar os resultados de seu teste de DNA. Até mesmo os testes que usam o DNA das células no interior da boca são inalterados por comer ou beber.

Liberdades civis

Países ao redor do mundo têm abordado a preocupação de que o teste de DNA é uma violação das liberdades civis. Na Grã-Bretanha, os policiais estão autorizados a recolher amostras de DNA de qualquer pessoa presa por um crime. Devido a isso, a Grã-Bretanha tem a maior base de dados de DNA no mundo. Alemanha, Reino Unido e Austrália já passaram, ou estão considerando aprovar leis que restringem o teste de paternidade. Estas leis exigem que todas as partes envolvidas entrem em consentimento antes que o teste DNA possa ser utilizado para resolver disputas de paternidade. Também proíbe a determinação do sexo dos fetos, o teste para a predisposição da doença e testes genéticos pelos empregadores e companhias de seguros. Nos Estados Unidos, as amostras de DNA podem existir em bases de dados de forma permanente. A maioria vem de criminosos condenados, mas muitos vêm de pessoas que foram exoneradas ou provadas inocentes. Como os testes de DNA podem ser realizados em qualquer tecido do corpo, os indivíduos não têm necessariamente que permitir testes de DNA a fim de serem testados. É por isso que as organizações de liberdade civis são oponentes preocupantes em testes de DNA e armazenamento de dados.

Confusão de dados

Existe a preocupação de algumas fontes de que uma pessoa inocente poderia ser condenada por um crime por causa de um teste de DNA impreciso. Este é um refrão comum em tribunais nos quais os advogados de defesa são confrontados com a evidência de DNA desfavorável. De acordo com as suas reivindicações, uma cena de crime pode ser analisada de forma que quantidades vestigiais de DNA a partir de uma pessoa não envolvida possam ser testadas e identificadas, implicando um indivíduo não envolvido, sem identificar o verdadeiro criminoso. Pelo fato dos testes serem considerados tão precisos, expressar essa preocupação infundada é um dos poucos meios de recurso para os advogados de defesa e arguidos em tribunal.

O futuro

O filme "Gattaca" mostrou um mundo onde as crianças foram geneticamente construídas de forma a atingir a perfeição. No filme, há duas classes de humanos: aqueles que são geneticamente perfeitos e aqueles que são geneticamente inferiores. Dependendo da composição genética, carreiras individuais, doenças, e expectativas de vida, todas são determinadas no nascimento. Os críticos da tecnologia de DNA temem essas ideias e as consideram uma realidade provável. As fileiras desses críticos são formadas de teóricos da conspiração, tecnófobos, alguns cientistas e parcelas do público em geral que acreditam nestas realidades hipotéticas vistas na televisão, ou em leituras de livros. Estas pessoas temem o dia em que "Gattaca" torne-se realidade, e companhias de seguros, empregadores e outros permitirão separar indivíduos geneticamente e discriminá-los de acordo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível