Os prós da magnetita e da hematita na extração do ferro

Escrito por jessica korcok | Traduzido por alexandre amorim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Os prós da magnetita e da hematita na extração do ferro
A extração de ferro ocorre comumente dentro de um alto-forno, tanto para a magnetita quanto para a hematita (John Foxx/Stockbyte/Getty Images)

A indústria mundial de mineração extrai ferro tanto das pepitas de magnetita quanto das de hematita. A hematita é uma expedição direta cujo alto teor de ferro a torna uma escolha ideal para a extração. Em contraste, a magnetita tende a conter um baixo teor de ferro, resultando em uma necessidade de concentrar o conteúdo, complicando o processo de extração. Não obstante, a magnetita oferece vantagens significantes para a extração do ferro em relação à hematita.

Outras pessoas estão lendo

Magnetismo

Após a extração, a pepita precisa passar por um processo de beneficiamento, que consiste na retirada de impurezas e na concentração do ferro. De acordo com a "Environmental Protection Agency", o processo mais comum de beneficiamento é a separação magnética, que é usada em mais de 90% do ferro extraído nos EUA. Esse processo retira a impurezas não-magnéticas da pepita utilizando forças magnéticas. A magnetita é um metal muito magnético e ideal para esse tipo de processo. Entretanto, a hematita possui um campo magnético fraco, um fator que torna a separação magnética ineficiente. Desde 2008, o "Bureau of Mines" chamou a separação magnética da hematita "não-econômica". As qualidades magnéticas naturais da magnetita oferecem uma vantagem financeira em relação ao uso da hematita para a extração do ferro.

Concentração

Na sua apresentação, "What You Need To Know About The Beneficiation Of Low Iron Grade Ores," Sean O'Donnell notou que a expedição direta da pepita de hematita contém entre 58 e 65% de ferro. A magnetita contém entre 20 e 30%. Entretanto, após a concentração, a magnetita irá conter mais ferro do que até mesmo a hematita, com concentrações esperadas entre 68 e 70%. Sendo assim, o potencial para concentrações mais altas de ferro é outra razão para se preferir a magnetita à hematita na extração do ferro.

Impurezas

Quando comparada com a hematita, a magnetita concentrada tende a conter menos quantidades de impurezas. A hematita normalmente contém um teor significativo de sílica, fósforo, enxofre, alumínio e óxidos de manganês. A presença dessas impurezas nos depósitos de hematita podem significar um aumento no custo da extração e beneficiamento do ferro. A magnetita concentrada contém algumas impureza e possui um nível baixo de alumínio, óxido de manganês e fósforo. Como retirar as impurezas pode ser oneroso, a quantidade menor de impurezas na magnetita oferece outra razão para preferi-la ao invés da hematita.

Disponibilidade

O suprimento mundial dos depósitos de hematita estão diminuindo rapidamente, devido à popularidade da hematita na extração do ferro. Em 2008, os três maiores membros da indústria de mineração, a Asia Iron Holdings Ltd, a Atlas Iron Ltd, e a Gindalbie Metals Ltd, também declararam que o suprimento mundial de hematita não será capaz de acompanhar a demanda por aço em países em rápido desenvolvimento como a China e a Índia. Com a hematita incapaz de suprir a demanda mundial, a magnetita fornece uma alternativa viável.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível