Como proteger seus bens ao ser processado

Escrito por amber keefer | Traduzido por amanda nunes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como proteger seus bens ao ser processado
Incorpore seu negócio para proteger bens pessoais tais como sua casa e poupança, caso uma sentença seja proferida contra seus negócios (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Sempre existe o risco de ser processado, não importa a natureza do seu negócio. A ação judicial pode envolver uma reclamação de negligência ou imprudência, o não pagamento de dívidas, um produto defeituoso, serviços não prestados, ou algum outro tipo de disputa. Indivíduos também, estão em risco de serem processados. De acordo com um estudo recente do Departamento Americano de Justiça, o número atual de ações judiciais arquivadas diminuiu nos anos recentes com mais casos sendo resolvidos fora do tribunal. Ainda assim, permanece importante proteger tanto os bens de negócios como os pessoais de credores e outros que podem ganhar julgamentos contra você.

Nível de dificuldade:
Moderadamente desafiante

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • O conselho de um advogado qualificado ou um planejador financeiro

Lista completaMinimizar

Instruções

  1. 1

    Consulte um advogado qualificado ou planejador financeiro. Eles podem aconselhar você a tomar medidas como as descritas aqui. Por exemplo, incorpore seu negócio para proteger bens pessoais tais como sua casa e poupança, caso uma sentença seja proferida contra seus negócios. A incorporação também oferece vantagens adicionais na poupança fiscal e deduções.

  2. 2

    Crie uma "holding" para proteger seus bens empresariais mais valiosos, incluindo equipamentos, maquinaria ou propriedade intelectual. Isso permite que você separe as atividades empresariais dos bens, reduzindo significantemente a responsabilidade. Nessa conformação, a empresa holding na verdade é dona dos bens empresariais, mas os concede para uma empresa operacional.

  3. 3

    Transfira a posse de certos bens para sua esposa. Use essa estratégia para proteger tanto seus bens de negócio como os pessoais. Tenha em mente, contudo, que sua esposa também pode ser processada em algum ponto. O divórcio é outra possibilidade que coloca você em uma situação vulnerável. Caso sua esposa morra repentinamente, deixando os bens para você, quaisquer sentenças restantes não cumpridas contra você podem então ser cobradas.

  4. 4

    Dê uma propriedade para sua esposa se você viver em um estado onde leis de propriedades comunitárias se aplicam. Nesse caso, um casal casado é considerado dono de todas as propriedades adquiridas durante o tempo de casamento, mesmo se os bens estão no nome de apenas um parceiro. Em alguns estados, presentear uma propriedade para sua esposa é uma exceção. Novamente, você pode considerar essa abordagem como uma forma de proteger determinadas propriedades pessoais caso uma ação legal seja iniciada contra seu negócio.

  5. 5

    Pergunte a seu advogado sobre o arrendamento pela totalidade como uma forma de proteger a casa na qual você reside. Em estados onde esse tipo de posse é disponível para casais casados, um julgamento não pode ser feito contra a propriedade, a menos que o julgamento seja feito contra sua esposa também, como em situações onde ela também é co-responsável. O arrendamento pela totalidade pode proteger sua casa de credores pessoais ou de negócios que ganham julgamentos contra você.

  6. 6

    Procure as leis domiciliares do estado em que você reside. Você pode ser capaz de isentar uma porção do capital da sua casa, colocando-o fora de alcance de credores ou outros julgamentos impostos contra você. Quantidades que podem ser isentadas variam de estado para estado.

  7. 7

    Mantenha uma alta hipoteca na sua casa para torná-la pouco atraente para os credores ou outros que estão lhe processando. Embora talvez não seja a solução mais prática, ela pode oferecer alguma proteção de uma ação legal arquivada contra você como pessoa ou contra seu negócio.

  8. 8

    Passe sobre um IRA em outro plano qualificado de aposentadoria como um 401 (k). O investimento que retorna pode não ser tão alto mas ele oferece alguma proteção para os fundos de aposentadoria.

  9. 9

    Crie uma sociedade limitada em família para proteger imóveis, contas bancárias e outros investimentos contra os riscos do negócio. Você ou sua esposa serão nomeados sócio com um lucro de 1%. Então vocês dois, ou você e seus filhos, (caso você nomeie sua esposa como a sócia) possuem o restante dos bens como sócios limitados. Em ambos os casos, você ou sua esposa manteriam o controle dos bens.

Dicas & Advertências

  • Tomar medidas necessárias para minimizar a probabilidade de alguém cobrar no momento que uma ação legal é arquivada e um julgamento é premiado, pode ser um verdadeiro desafio. O problema é que algumas das estratégias mais bem sucedidas usadas para proteger os bens de alguém exigem um planejamento cuidadoso, também em avanço a qualquer indicação de uma ação legal em potencial.
  • Se você investe fundos em uma conta estrangeira, você deve reportar esses bens. Se um julgamento é lançado contra você ou seu negócio, o tribunal pode ordenar que você traga esses bens de volta para os Estados Unidos e torne-os disponíveis para liquidar o julgamento.
  • Apólices de seguro de responsabilidade civil geral não protegem os negócios contra alegações de negligência ou imprudência total. Ser processado por danos punitivos geralmente não é coberto. Outra desvantagem é que você pode ser processado mais do que o limite da apólice.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível