O protocolo de extração CTAB

Escrito por joy prescott | Traduzido por ilve maria
O protocolo de extração CTAB
A moagem quebra as paredes celulares das plantas para a extração do DNA (Jason Reed/Ryan McVay/Digital Vision/Getty Images)

Os compostos químicos brometo de cetiltrimetilamônio, brometo de hexadeciltrimetilamônio, brometo de palmitiltrimetilamônio e brometo de cetrimônio são todos conhecidos também por CTAB. O produto químico é utilizado como um mantedor de pH no genoma-sequencial do DNA, em especial das plantas.

Fórmula CTAB

As quantidades das fórmulas dos vários produtos químicos CTAB diferem dependendo do laboratório. No entanto, todos os ingredientes incluem 1 M Tris HCl pH 8.0, 0,5 M EDTA, 5 M NaCl e H2O (algumas vezes destilada duas vezes). Para o componente de CTAB, alguns laboratórios utilizam brometo de cetiltrimetilamônio e outros o brometo de hexadeciltrimetilamônio.

Preparação de tecidos vegetais

A preparação do tecido da planta pode variar, dependendo do material. Paredes e membranas celulares devem ser quebradas para se ter acesso ao material nuclear sem qualquer degradação. Normalmente, na moagem, o material vegetal com nitrogênio líquido permite o acesso ao DNA, mantendo as enzimas celulares prejudiciais e produtos químicos inativos.

Suspensão e centrifugação

O tecido triturado é colocado na lâmina CTAB e inserido em um recipiente com água corrente. Em seguida, é misturado com clorofórmio e centrifugado para separar as proteínas solúveis e outros materiais. O DNA é então precipitado a partir da fase aquosa e cuidadosamente lavado para remover os sais contaminantes. O DNA purificado é então retirado e armazenado em uma lâmina TE ou água destilada estéril.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível