Pular induz o parto?

Escrito por denise stern | Traduzido por barbara almeida
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Pular induz o parto?
Embora pular possa não ser eficaz, andar e outras formas de exercício sem impacto são conhecidas por ajudar a estimular os hormônios que induzem o parto (Jupiterimages/BananaStock/Getty Images)

Um antigo mito de que pular para cima e para baixo pode induzir o parto deixa muitas mulheres curiosas sobre como induzir o parto naturalmente. Embora existam muitos métodos de tentativa e acerto para ajudar a acelerar o trabalho de parto, as mulheres são aconselhadas a sempre buscar conselho de seu ginecologista/obstetra, enfermeira ou parteira antes de tentar qualquer um deles. Cada mulher é diferente e o que pode funcionar para uma pode não funcionar para outra.

Outras pessoas estão lendo

Pular para cima e para baixo

Pular para induzir o parto é uma das dezenas de mitos que se acredita que ajuda a induzir o parto. No entanto, esteja avisada que pular pode causar danos a você, ao bebê ou a placenta durante os últimos estágios da gravidez. Segurar em sua barriga e pular não vai ajudar a proteger seus órgãos internos ou vasos sanguíneos e não vai impedir que seu bebê seja sacudido no útero. As mulheres têm tentado pular durante centenas de anos para acelerar o processo, com poucos resultados seguros e eficazes.

Atividade física

Embora pular possa não ser eficaz, andar e outras formas de exercício sem impacto são conhecidas por ajudar a estimular os hormônios que induzem o parto. A chave é ser o mais ativa possível durante a gravidez para manter-se em forma e aumentar o fluxo sanguíneo e a oxigenação, sua e do bebê. Após o terceiro trimestre, não faça exercícios que causem vibrações intensas e procure orientação de um profissional sobre como estimular um parto no prazo.

Outros mitos

Beber óleo de rícino, fazer sexo, estimular os mamilos e ingerir certas ervas são métodos populares de naturalmente induzir o parto. Entretanto, tenha em mente que o bebê vai nascer quando ele ou ela estiver pronto e tentar apressar o processo (independentemente do quão cansada de carregar esse peso extra você esteja) pode acabar machucando o bebê. Na maioria dos casos, a reação do bebê ao trabalho de parto pode ser monitorada no hospital, portanto, tentar induzir contrações ou o parto em casa pode ser perigoso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível