Mais
×

Quais eram os alimentos consumidos na Idade Média?

Degustar alimentos dos tempos medievais irá complementar seus estudos sobre essa época. Durante os tempos medievais - também chamados de Idade Média - os hábitos alimentares tinham muita influência celta, normanda e romana. Os tipos de comida variavam, dependendo da riqueza e status das pessoas. Muitas comidas tradicionais das classes mais baixas eram baseadas na disponibilidade de hortas e caça locais. Os ricos comiam alimentos temperados com especiarias de outros países.

Aproveite comidas tradicionais enquanto aprende sobre a Idade Média (Dynamic Graphics Group/Dynamic Graphics Group/Getty Images)

Pão

O pão era o principal alimento desse período. A classe dos camponeses durante os tempos medievais comiam pães feitos de cevada, que cresce facilmente na maioria dos climas europeus. Os ricos comiam pão de trigo, que requer mais água e manutenção para cultivar, e era considerado mais saboroso do que a cevada. Como os utensílios de cozinha, como garfos, eram raros, o pão geralmente era usado para pegar a comida, como ensopados de carne e vegetais. O ensopado de vegetais era uma sopa comida pelas duas classes, contendo algum tipo de carne, vegetais e um grão, como farelo. O pão também era assado com um buraco no meio -- de forma parecida com o prato moderno -- que também era usado para colocar a comida.

Use uma receita de pão medieval para complementar seus estudos (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Carne e laticínios

Expedições de caça e pesca das classes superiores eram comuns nos tempos medievais. Pássaros, codornas, peixes e veados eram parte da refeição. As carnes servidas às classes superiores durante os banquetes geralmente eram decoradas com maçãs, ervas frescas e até penas. As classes mais pobres comiam carne salgada, como bacon e arenque em conserva. Os animais da fazenda não eram desperdiçados, e era comum comer órgãos, como pés de porco e fígado de galinha, assados sobre o fogo. Os queijos eram feitos de lacticínios e também de cabeças de porco e vaca, hoje chamados de "queijo de cabeça".

O frango era muito comum nos tempos medievais (Jupiterimages/liquidlibrary/Getty Images)

Frutas e ervas

Frutas, como tâmaras e figos, geralmente eram desidratadas ou usadas para fazer sobremesas para as classes mais abastadas. Geleias de frutas eram usadas por ambas as classes. Raramente as frutas e ervas eram comidas cruas, pois pensava-se que isso podia levar à doenças. O termo vegetal não era usado; ao invés disso, todos os vegetais e ervas eram chamados de "ervas". Cebolas, alho, cenouras e repolhos, geralmente cultivado em hortas pessoais, eram usados para alimentar a realeza. Esses alimentos eram complementados com carne assada e peixe, ou colocados juntos com os bifes. As ervas, como a salsinha, o açafrão e a erva-doce eram acrescentadas na comida para dar sabor mas também com fins medicinais. Os ricos se alimentavam de comidas temperadas com especiarias importadas, como alcaravia, noz-moscada, canela e gengibre.

Grandes hortas foram encontradas próximas aos castelos medievais (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Bebidas

As classes nobres geralmente possuíam um rebanho de gado disponível para dar leite. As classes mais baixas não podiam custear a alimentação e cuidados do gado, por isso geralmente só possuíam uma ou duas vacas para dar leite à família. A filtração de água não estava disponível, por isso ela geralmente era fervida com outros ingredientes, como mel, salsinha e frutas, para produzir cidra -- conhecida como hidromel -- cerveja e vinho de maçã.

A cidra era uma bebida comum durante os tempos medievais (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)
Cite this Article A tool to create a citation to reference this article Cite this Article