Quais os antibióticos que tratam de cistos interdigitais em cães?

Escrito por lisa wampler | Traduzido por antônio melo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais os antibióticos que tratam de cistos interdigitais em cães?
O sulco interdigital está localizado entre os dedos do cão (Une patte sur le parquet image by MaxLeMans from Fotolia.com)

Como dono de um cão, você pode ter notado lesões nodulares nas patas do seu animal. Essas lesões são tipicamente localizadas dentro dos sucos interdigitais da pata de um cão. De acordo com o site Merck Veterinary Manual, essas lesões são furúnculos interdigitais, muitas vezes chamados incorretamente de "cistos interdigitais", e quase nunca são císticos. Eles são, de fato, áreas de tecido inflamado que se formam como resultado de algum irritante, tal como uma infecção fúngica ou bacteriana, um parasita ou até mesmo um folículo de pelo infectado. Tratar a infecção subjacente com antibióticos limpará a área infectada.

Outras pessoas estão lendo

Metronidazol

O metronidazol é um antibiótico usado para matar organismos bacterianos. Ele mata tais organismos desorganizando suas moléculas de DNA. No entanto, ele apenas pode combater as bactérias anaeróbias e é normalmente usado em conjunto com outros antibióticos para tratar infecções bacterianas mistas. Os cães toleram melhor esse medicamento se ingerido com alimentos. Esse antibiótico tem uma grande variedade de usos, por isso a frequência de utilização, a dosagem e a duração do tratamento variam e são melhor determinados por um veterinário.

Doxiciclina

A doxiciclina é parte da família de antibióticos da tetraciclina, que combate as infecções bacterianas através da inibição da síntese de proteína bacteriana. Os efeitos colaterais mais comuns da doxiciclina são náuseas e vômitos, então administre esse medicamento com alimentos.

Cefalexina

A cefalexina mata as bactérias impedindo-as de formar uma parede celular de proteção adequada. Esse medicamento é frequentemente usado para tratar as infecções da pele em cães. Os efeitos colaterais da cefalexina são vômitos e, às vezes, diarreia. A dosagem geralmente é de 10 mg a 15 mg por 0,5 kg, uma vez a cada oito a 12 horas por via oral; no entanto, consulte o seu veterinário para saber a dosagem adequada para o seu cão. A duração do tratamento depende da severidade da infecção e da forma como o cão responde ao tratamento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível