Quais os antibióticos usados comumente para tratar cães?

Escrito por chris sherwood | Traduzido por marianne pereira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais os antibióticos usados comumente para tratar cães?
Veterinários podem prescrever antibióticos que são formulados especificamente para cães (dogs are fighting image by Ivonne Wierink from Fotolia.com)

Assim como os humanos, os cães são especialmente susceptíveis a infecções bacterianas em diferentes partes do corpo. Quando estes tipos de infecções ocorrem, a primeira linha de defesa é geralmente antibióticos. Felizmente, há uma abundância de antibióticos no mercado que são feitos especificamente para uso em cães. Os antibióticos variam na forma como funcionam. É importante discutir as especificidades prescritas do seu cão antes de medicá-lo.

Outras pessoas estão lendo

Objetivo

Os antibióticos são receitas provenientes de fontes bacterianas, especificamente para lutar contra outras bactérias, mais prejudiciais. Diferentes antibióticos atacam bactérias de diferentes maneiras. Alguns perturbam a estrutura da célula da bactéria, enquanto outros interrompem as vias em que elas recebem energia ou usam proteínas. Novos antibióticos são constantemente descobertos para substituir tipos mais antigos que não enfrentam mais as bactérias. Infelizmente, quanto mais são utilizados, maior a possibilidade das bactérias nocivas ornarem-se imunes ao antibiótico. Devido a isso, é importante que siga as instruções exatas de dosagem na prescrição do seu cão para impedir as bactérias de se tornarem imunes.

Cefalexina

A cefalexina é relacionada com a classe de antibióticos de penicilina. É utilizada para tratar uma ampla variedade de bactérias em diferentes zonas do corpo do cão. Este antibiótico pode ser usado para as infecções bacterianas do osso, pele e feridas do corpo. É também utilizada para tratar a bexiga e infecções respiratórias. A cefalexina pode causar irritação na pele, no local da aplicação, e isto pode causar problemas digestivos em alguns cães que estejam tomando a medicação.

Amoxicilina

A amoxicilina é um outro antibiótico abrangente, a partir da classe dos que contêm penicilina. A prescrição deste medicamento muitas vezes é dada aos cães para infecções respiratórias, gastrointestinais, dos tecidos e da pele, e do aparelho geniturinário. Os efeitos colaterais são raros, mas o animal deve ser observado de perto, se houver sinais de mudança de comportamento. Qualquer alteração significativa deve ser relatada ao veterinário.

Gentamicina

A gentamicina é uma parte da classe de antibióticos de cefalosporina e é comumente prescrita para cães no tratamento de pneumonia, conjuntivite, otite, e infecções de feridas abertas. A gentamicina é frequentemente combinada com medicamentos anti-inflamatórios e antifúngicos em um pacote com nomes como Otomax e Gentocin. A gentamicina é às vezes usada também como um spray para infecções fúngicas na pele do seu animal. Na maioria dos casos, a gentamicina é apenas usada topicamente. A ingestão às vezes podem causar efeitos colaterais graves, como a cegueira ou perda de audição, com doses altas.

Sulfametoxazol

O sulfametoxazol é um antibiótico de largo intervalo que é às vezes combinado com trimetoprima. É usado para infecções de pele, gastrointestinais, respiratórias e urinárias. O sulfametoxazol pode causar efeitos secundários, tais como vômitos, perda de apetite e diarreia. Este antibiótico precisa ser ingerido com grandes quantidades de água. É importante monitorar se o seu animal de estimação está bebendo água o mais rápido possível enquanto estiver sob este antibiótico.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível