Quais as causas da baixa saturação de O2 na asma?

Escrito por nathan schwartz | Traduzido por deivid assis
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais as causas da baixa saturação de O2 na asma?
Aprenda mais sobre a asma (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

A baixa saturação de O2 (oxigênio) em pacientes com asma deve-se a um processo de inflamação e constrição das vias aéreas que impede a perfusão adequada de oxigênio pela corrente sanguínea.

Outras pessoas estão lendo

Entendendo a asma

A asma é uma condição em que as via aéreas, ou brônquios, começam subitamente a diminuir, como resultado de inflamação. O tecido do músculo liso localizado no interior dos brônquios se contrai durante o que denominamos broncoconstrição, levando a irregularidades na respiração.

O ataque de asma

Durante um ataque de asma, o estreitamento das vias aéreas leva a um aumento do esforço respiratório como tentativa de forçar a entrada e a saída de ar pelos pulmões.

Desenvolvimento de hipoventilação

A luta para respirar, que é caracterizada nos asmáticos pelo aperto no peito, tosse e chiado, pode levar a uma condição de depressão respiratória conhecida como hipoventilação.

Trocas inadequadas de gases

Uma ventilação inadequada provocar aumento da retenção de dióxido de carbono e diminuição da saturação de oxigênio, pelo fato de os pulmões serem incapazes de exercer adequadamente sua função de trocas gasosas.

Medida e terminologia

A saturação de O2 significa saturação arterial de oxigênio. Essa medida é capturada por um oxímetro de pulso (sonda no dedo), que indicará os níveis reduzidos de oxigênio nos pacientes asmáticos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível