Quais são as causas da disfunção ovulatória?

Escrito por selena templeton | Traduzido por ana marques
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

Disfunção ovulatória significa que os ovários não estão fazendo seu trabalho de liberação de um ovo. Embora os sintomas de mal funcionamento dos ovários nem sempre chamem a atenção, como menstruação irregular ou ausente, eles ainda devem ser levados a sério, pois podem indicar infertilidade ou outros males graves. Existem muitas causas para a disfunção ovulatória, tais como síndrome do ovário policístico, perimenopausa, stress, hipofunção ovariana e obesidade.

Outras pessoas estão lendo

Função

Os ovários são glândulas reprodutivas femininas que produzem um óvulo por mês, bem como os hormônios de estrogênio e progesterona. Desde o nascimento, os ovários contêm todos os óvulos de uma vida toda, normalmente várias centenas de milhares, embora cerca de 300 apenas amadureçam e sejam liberados. A ovulação é a liberação de um óvulo dos ovários através das trompas para dentro do útero, onde ele é fertilizado levando a uma gravidez ou ele não é fecundado e é eliminado através da menstruação.

Síndrome do ovário policístico

Síndrome do ovário policístico é quando há cistos nos ovários; esta é a causa mais comum de disfunção ovulatória. De acordo com o médico e autor John R. Lee, em seu livro "What Your Doctor May Not Tell You About Breast Cancer"(O que seu médico pode não lhe dizer sobre o câncer da mama), muito açúcar na dieta pode levar a um nível de insulina consistentemente elevado, e os níveis elevados de insulina produzem uma relação de desequilíbrio na regulação hormonal do ovário, a FSH e LH. Múltiplos (ao invés de apenas um) folículos podem se formar, resultando em cistos nos ovários. A condição em si é raramente prejudicial, mas causa um desequilíbrio hormonal, que pode conduzir a uma série de outros problemas, incluindo câncer.

Perimenoupausa

Perimenopausa é a fase que antecede a menopausa (definida como o fechamento dos ovários), geralmente com duração de três a seis anos antes do última menstruação. Nesta fase, a ovulação torna-se errática, os ovários não produzem sempre um óvulo por mês, a mulher pode continuar a menstruar, o que é o normal, apesar de não necessariamente saudável aos ovários. É insalubre só porque anovulação leva a dominância de estrogênio no organismo.

Estresse

Estresse, tanto físico quanto mental, pode afetar o seu ciclo, tornando o sua menstruação tardia ou até mesmo fazendo com que você pule um período inteiro. Estudantes universitárias, atletas profissionais ou qualquer pessoa sob extrema pressão, muitas vezes, têm ciclos irregulares. Embora essas irregularidades normalmente desapareçam quando o estresse está sob controle, um caso crônico pode afetar a capacidade do corpo de ovular regularmente.

Insuficiência ovariana

A hipofunção do ovário, ou a falha prematura dos ovários, pode ser causada por quimioterapia ou radiação, outras desordens autoimunes ou genética. Os sintomas são semelhantes aos da menopausa, incluindo interrupções da menstruação, relações sexuais dolorosas, suores noturnos e ondas de calor.

Obesidade

A obesidade tem um forte impacto sobre a capacidade do corpo de ovular, causando anovulação. Assim, mesmo se o sangramento ainda ocorrer todo mês, o corpo pode não estar produzindo um óvulo. Mulheres obesas com síndrome do ovário policístico podem desenvolver disfunções ovarianas mais graves do que as mulheres que estão com peso normal, como a infertilidade.

Tratamento

O diagnóstico da disfunção ovulatória pode ser confirmado por seu médico, por meio de seus níveis hormonais ou de um ultrassom. O tratamento convencional para a disfunção ovariana é normalmente feito com medicamentos de fertilidade, como o citrato de clomifeno, mas remédios homeopáticos têm sido utilizados na Ásia há séculos, incluindo o trevo vermelho, folhas de framboesa e alquemila. Nesse meio tempo, medir a temperatura do corpo a cada manhã, ao primeiro despertar, pode ajudar a verificar se você está ovulando.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível