Saúde

Quais são as causas de nível baixo de proteínas no sangue?

Escrito por stephanie draus, nd | Traduzido por lean pereira
Quais são as causas de nível baixo de proteínas no sangue?

Proteínas são uma parte importante na defesa do organismo

blood cells image by Marko Kovacevic from Fotolia.com

O nível proteico sanguíneo é medido como parte de um hemograma de rotina, e também usado para diagnosticar e avaliar pacientes com câncer, doenças imunes, subnutrição e problemas digestivos, e também doenças no fígado, rins e intestinos. Em adultos, os níveis proteicos normais estão entre 6,4 e 8,3 g por decilitro (g/dl), e a referência pode também variar de acordo com o laboratório. Um baixo nível proteico pode ser causado por subnutrição, má absorção, hiperidratação, doenças do fígado, deficiências imunitárias e por algumas drogas.

Outras pessoas estão lendo

Proteínas do sangue

Albumina e globulina são as principais proteínas encontradas no sangue. A albumina conta por 60% das proteínas sanguíneas e funciona como transporte de enzimas, hormônios e drogas. Ela é também a principal composição construtora de diversas substâncias, como anticorpos, glicoproteínas, lipoproteínas, fatores coagulantes e outros componentes do sistema imune. Age como proteína de transporte. Juntamente, as quantidades de albumina e globulina compõe o nível sanguíneo total, que podem também ser medidos separadamente.

Má nutrição

Aminoácidos são os blocos de construção das proteínas. O corpo humano é capaz de produzir dez dos 20 aminoácidos essenciais, mas necessita ingerir os outros por meio da dieta. Caso a alimentação não supra a necessidade das proteínas ou aminoácidos, o corpo não é capaz de produzir albumina e globulina, resultando em um baixo nível proteico.

Má absorção e perda de proteínas

Condições que afetam os intestinos podem reduzir a habilidade do corpo em absorver as proteínas do alimento, e são conhecidas como "enteropatias perdedoras de proteínas", pelo fato de as proteínas serem perdidas ao invés de absorvidas pelo intestino. Doença de Crohn, doença celíaca e também a doença de Whipple podem todas causar danos ao intestino, o que resultará em um baixo nível proteico no sangue. Patologias renais podem prejudicar o sistema de filtração dos rins, levando as moléculas proteicas a ser "derramadas" na urina ao invés de ser usadas no organismo.

Hiperidratação

Os níveis proteicos no sangue são medidos como a concentração de proteínas por decilitro de sangue. Com a hiperidratação, o volume sanguíneo aumenta, fazendo com que o nível proteico diminua de forma proporcional. Os níveis absolutos de albumina e globulina são normais, mas a taxa de proteínas em relação ao fluido diminui.

Doenças hepáticas

A albumina e algumas globulinas são fabricadas no fígado. Dessa forma, quando as células hepáticas são prejudicadas por doenças, não podem sintetizar albumina. Por essa razão os níveis de proteína, especialmente da albumina, são utilizados para diagnosticar e avaliar problemas no fígado.

Deficiência imunitária

A globulina é o bloco de construção para as imunoglobulinas, a principal proteína do sistema imune. Com a imunodeficiência, o número de imunoglobulinas é reduzido, o que também diminui os níveis proteicos no sangue.

Drogas

Diversas substâncias farmacêuticas podem reduzir o nível total de proteínas no sangue. Dentre elas estão os estrogênios, contraceptivos orais e quaisquer drogas que possam ser tóxicas ao fígado.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media