Quais são as causas de perda de pelo, coceira e pelo oleoso em cães?

Escrito por susan paretts Google | Traduzido por lara scheffer
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são as causas de perda de pelo, coceira e pelo oleoso em cães?
Suavize a coceira do seu cachorro com um xampu medicado (David De Lossy/Photodisc/Getty Images)

Uma condição conhecida como seborreia pode causar a oleosidade do pele, coceira e perda de pelo em cachorros, dependendo da gravidade da doença. A seborreia ocorre tanto como condição primária quanto como secundária, causada pela genética, algumas condições médicas subjacentes, infecções de pele ou infestação parasita na pele. Alivie essa condição desconfortável do seu cachorro tratando a causa subjacente da doença ou tratando topicamente a pele e o pelo.

Outras pessoas estão lendo

Seborreia oleosa

A seborreia oleosa leva à perda excessiva das escamas de pele morta no pelo do cachorro e o excesso de produção de óleo pelas glândulas sebáceas. A superprodução de óleo pode levar ao bloqueio e infecção dos folículos capilares, causando a foliculite, que resulta em uma forte coceira na pele. Quando o cachorro se coça, a pele se torna irritada e se abre, levando a infecções secundárias bacterianas ou fúngicas. Isso também causa perda de pelo, também chamada de alopécia. Além disso, o excesso de óleo no pelo fornece um local propenso à reprodução de bactérias e levedura, levando a problemas de pele, coceira e um odor rançoso.

Tipos e causas

A seborreia primária idiopática é uma condição hereditária, geralmente vista em certas raças, incluindo o cocker spaniel americano, springer spaniel inglês, labrador, pastor alemão, west highland white terrier, basset hound, setter irlandês e shar-pei, de acordo com a WebMD. Em cachorros afetados pela seborreia primária idiopática, a doença genética causa os sintomas de coceira, oleosidade e perda de pelo. A seborreia secundária resulta de uma condição médica secundária e subjacente, e é meramente um sintoma de outra doença. Condições médicas como alergias na pele, um distúrbio hormonal ou endócrino, como hipertireoidismo ou doença no pâncreas, e deficiências nutricionais podem causar a seborreia secundária. Você pode curar a seborreia secundária tratando a condição médica subjacente, mas só pode controlar os sintomas da seborreia primária idiopática.

Outras causas da seborreia

Parasitas como pulgas podem causar a coceira da pele, o que leva à seborreia secundária e infecções de pele bacterianas ou fúngicas. A saliva das pulgas pode causar uma reação alérgica em seu cachorro que resulta em coceira intensa e perda de pelo, principalmente perto da base da cauda, nas costas, coxas e estômago quando seu cachorro coçar essas áreas. Outros tipos de parasita de pele também podem resultar em seborreia, como o ácaro de sarna demodécica, que afeta principalmente cães mais novos, o ácaro cheyletiella, ácaro de sarna sarcóptica e piolhos de pele. Tratar o cachorro com um produto tópico para controle de pulgas que também funcione contra certos tipos de ácaros ou piolhos geralmente acaba com o problema dos parasitas e com a seborreia, sem exigir mais medicações.

Diagnóstico e tratamento

Para diagnosticar a seborreia, um veterinário irá realizar uma citologia da pele arranhando-a, um exame físico, exames de sangue e possivelmente fará uma biópsia da pele. Depois que determinar a causa da seborreia, ele receitará medicações ou terapias para tratar quaisquer condições médicas subjacentes. Para infecções secundárias da pele, ele pode prescrever antibióticos tópicos ou orais e remédios anti-fúngicos. Para fornecer um alívio tópico ao seu cachorro, ou se ele sofrer de seborreia primária, ele pode prescrever um xampu e condicionador para a pele e pelo do animal. Esses produtos contém ingredientes como alcatrão de carvão, ácido salicílico, enxofre e peróxido de benzoíla para remover escamas da pele e o excesso de óleo. Certos condicionadores sem enxágue contém ingredientes para suavizar a coceira do cachorro e fornecer alívio anti-bacteriano ou anti-fúngico para infecções secundárias.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível