Quais as causas de um útero dilatado?

Escrito por contributing writer | Traduzido por pedro santos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais as causas de um útero dilatado?
A menopausa pode ser um um dos fatores causadores do problema (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

Útero dilatado é um problema comum para algumas mulheres, principalmente para as mais velhas, que estão chegando à menopausa. Muitos fatores podem levar a uma dilatação do útero, incluindo muitas doenças. Algumas são de natureza benigna, enquanto outras precisam de atenção médica imediata.

Outras pessoas estão lendo

Identificação

Normalmente, o útero da mulher é mais ou menos do tamanho de seu punho ou de uma laranja. Um útero dilatado significa que ele está maior do que o normal. A maioria das mulheres não saberá que seu útero está dilatado, pois é difícil senti-lo quando não se está grávida. O seu médico deverá ser capaz de diagnosticar um útero dilatado por meio de um exame interno. Os sintomas variam de caso a caso.

Adenomiose

A adenomiose é uma patologia em que o forro do endométrio cresce em direção à parede muscular do útero. Esse problema pode causar sangramento entre menstruações, aumento do fluxo menstrual, cólicas e dor.

Câncer de útero

O principal sintoma de câncer de útero é sangramento vaginal após a menopausa. O câncer endometrial é a forma mais comum de câncer uterino. O câncer uterino também pode causar dilatação do órgão.

Fibrose uterina

Fibrose uterina são nódulos ou tumores não cancerígenos encontrados no útero. A fibrose uterina nunca evolui para câncer e não está associada a um risco maior de desenvolver câncer de útero. Essa doença causa sangramento excessivo durante a menstruação, períodos de menstruação prolongados, dificuldade em urinar, constipação, pressão pélvica, dor e dilatação uterina.

Menopausa

Às vezes, a menopausa pode levar ao alargamento do útero. Isso normalmente pode resultar de mudanças nos níveis de hormônios do corpo. A dilatação do útero pode ocorrer em razão da variação no nível de hormônios, que pode se assemelhar a uma gravidez. Existem casos em que a dilatação uterina decorre da atividade sexual, mas essa condição não dura muito tempo.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível