Quais são os componentes do álcool cirúrgico?

Escrito por anastasia leon | Traduzido por ana carolina cardoso bedenik
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são os componentes do álcool cirúrgico?
O Álcool cirúgico é o básico em todos os armários de medicamentos do Reino Unido (first-aid kit image by e-pyton from Fotolia.com)

Álcool Cirúrgico é um termo usado para descrever um agente antisséptico similar ao álcool para assepsia. Usado para limpar e esterilizar a pele antes da cirurgia, antes das injeções ou depois de ferimentos leves, o álcool cirúrgico é semelhante em uso e função ao equivalente americano, embora contenha ingredientes diferentes.

Outras pessoas estão lendo

Etanol

O etanol é um líquido incolor e inflamável, usado em muitos processos industriais, medicinais e em bebidas alcoólicas. Em álcool cirúrgico, o etanol é o princípio ativo e o componente chave. Embora ele seja criado pelo mesmo processo da bebida alcoólica, o etanol é tóxico devido à sua pureza e é desnaturado ou quimicamente alterado, para que se tornem impróprios para consumo. O etanol em álcool cirúrgico é desnaturado pela adição de metanol, um líquido altamente tóxico, criando o que é conhecido como álcool metílico.

Metanol

O metanol é um álcool simples usado na produção de refrigerantes e gasolina. É o desnaturante mais comumente adicionado ao etanol. Os álcoois cirúrgicos apresentam uma pequena quantidade de metanol, usado para torná-los impróprios para beber e, portanto, não sujeito à tributação pesada aplicada ao de bebida alcoólica. Ele é altamente inflamável e tem uma variedade de efeitos negativos sobre a fisiologia humana quando ingerido, como cegueira e insuficiência respiratória, podendo também suprimir a capacidade do corpo de oxigenar o sangue.

Iodofórmio

O iodofórmio é um desinfetante adicionado às vezes ao álcool cirúrgico. Criado através de uma reação química entre o iodo e o hidróxido de sódio, o iodofórmio é uma substância amarelada, cristalina, conhecida por seu odor forte e desagradável. Embora tenha sido substituído em larga escala por outros antissépticos mais eficazes, o iodofórmio ainda é usado em várias marcas de álcoois cirúrgicos. O odor do iodofórmio é às vezes denominado de cheiro de hospital por causa de seu amplo uso como desinfetante hospitalar.

Salicilato de metila

Às vezes chamado de óleo de wintergreen, o salicilato de metila é um analgésico tópico à base de plantas, ou anestésico, adicionado aos álcoois cirúrgicos para um leve efeito entorpecente. Ele tem muitas aplicações medicinais e industriais, e é adicionado em pequenas quantidades a uma variedade de unguentos e pomadas. Além de seus efeitos analgésicos, o salicilato de metila também é adicionado ao álcool cirúrgico para desencorajar o consumo devido ao seu sabor amargo.

Óleo de rícino

O óleo de rícino é incluído na fórmula para certas marcas de álcool cirúrgico. Ele é obtido a partir da planta da mamona e tem muitas aplicações industriais e medicinais. No álcool cirúrgico, o óleo de rícino age como um leve antifúngico, sendo útil para lubrificar a pele enquanto cura. Embora às vezes seja usado como um aditivo alimentar e um medicamento oral, o óleo de rícino é perigoso se consumido em quantidades moderadas ou grandes quantidades.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível