Quais são as consequências do vulcão Mauna Loa?

Escrito por jason thompson | Traduzido por jacques baroukh aben athar de alcantara
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são as consequências do vulcão Mauna Loa?
A atividade vulcânica no Havaí contribui muito com as características da ilha (Ablestock.com/AbleStock.com/Getty Images)

O Mauna Loa é o maior vulcão do mundo, em questão de volume. Ele chega a mais de quatro mil metros acima da superfície do mar e localiza-se na grande ilha do Havaí, sendo um dos vulcões mais ativos do mundo. Ele foi designado um dos "Vulcões da Década", lista de vulcões identificados como merecedores de estudos específicos e cuidadosos pela comunidade científica.

Outras pessoas estão lendo

Tamanho da ilha

A consequência mais significante do vulcão Mauna Loa é o tamanho e o formato da grande ilha do Havaí, já que ele foi responsável pela criação de aproximadamente 50 por cento do território havaiano. Os colonizadores polinésios eventualmente encontraram a ilha que uma erupção do Mauna Loa criou, tornando-se os primeiros havaianos.

Movimentação da montanha

Outra consequência do Mauna Loa é que ele criou uma montanha móvel, ao mesmo tempo que fez surgir um mistério. Os cientistas não sabem por que isso acontece, mas o fato é que a montanha se move. De vez em quando, o Mauna Loa se desloca um pouco para o sul. Quando ele faz isso, ele empurra seu vulcão-irmão, o Kilauea, na frente dele, por mais que o Kilauea também se mova por si só. Esse movimento dos vulcões cria falhas e gera terremotos.

Escombros

A pressão que impede o movimento do Mauna Loa, como, por exemplo, a presença do Kilauea logo ao lado, faz com que partes do vulcão periodicamente se soltem e caiam no mar. Isso resulta no derramamento de rochas vulcânicas gigantes, além de outros escombros, que podem ser encontrados até além de 80 quilômetros da ilha. Se você quisesse levar um barco até a parte mais distante desse depósito, você chegaria tão longe que nem seria mais possível enxergar o vulcão do qual eles foram originados.

Erupções

O Mauna Loa não gastou toda sua energia vulcânica na erupção que criou a maior parte da ilha. Ele já entrou em erupção 39 vezes desde 1832, quando a contagem começou. Cinco dessas erupções lançaram lava o suficiente para chegar até o oceano, por mais que muitas das outras tenham tido sua atividade confinada ao cume da montanha.

Velocidade da lava

A lava produzida pelo Mauna Loa é muito fluida, o que significa que ela corre muito. Isso resulta em fluxos de lava muito rápidos durante as erupções, especialmente nas partes mais íngrimes da montanha. Dessa forma, há um grande risco para as pessoas que vivem nas proximidades das ladeiras desse vulcão.

Floresta tropical úmida

A lava nos declives mais baixos do vulcão resultou no nascimento de uma floresta tropical úmida na região. Quando a lava envelhece, ela vira areia e solo, como qualquer outro tipo de rocha. A idade e o tipo da lava do Mauna Loa resultaram em condições favoráveis para manter uma floresta desse porte.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível