Saúde

Quais são os efeitos da serotonina e norepinefrina no corpo?

Escrito por audrey farley | Traduzido por bruna latronico
Quais são os efeitos da serotonina e norepinefrina no corpo?

Alterações nos níveis dos neurotransmissores podem afetar a saúde

Jupiterimages/Photos.com/Getty Images

A serotonina e a norepinefrina são substâncias químicas produzidas por células nervosas. Ambas são necessárias para manutenção do equilíbrio neurológico e bem-estar do ser humano, funcionando como neurotransmissores. Hoje sabemos que níveis muito altos ou muito baixos destes compostos podem alterar o funcionamento do cérebro, causando efeitos indesejáveis a curto prazo, condições graves de saúde ou até mesmo morte.

Outras pessoas estão lendo

Excesso de serotonina

A síndrome serotoninérgica é o efeito final, bastante grave, dos altos níveis de serotonina no organismo. A síndrome é causada quando uma pessoa faz uso de remédios que, combinados, elevam os níveis sanguíneos da substância. Altos níveis de serotonina podem causar uma variedade de sintomas como agitação, diarreia, taquicardia (batimentos acelerados do coração), alucinações, náusea, perda de coordenação motora, febre e vômitos.

Baixa serotonina

Baixos níveis de serotonina podem ser tão perigosos quanto os níveis elevados. A serotonina é um neurotransmissor, o que significa que é necessária para transmitir sinais nervosos de um neurônio para outros, facilitando a condução nervosa. Se o corpo não produz serotonina suficiente, outros equilíbrios químicos podem ser alterados. Particularmente, alterações no humor são resultado direto de níveis anormais ou diminuídos de serotonina. Pessoas com esta baixa produção podem experimentar ganho ou perda de peso, depressão leve ou depressão maior, ansiedade e/ou insônia. Se não tratados, a deficiência pode causar alterações graves de personalidade e comportamento ou pensamentos suicidas.

Alta norepinefrina

A norepinefrina, também chamada de noradrenalina, é um neurotransmissor excitatório. Ela é produzida pela medula adrenal quando a pessoa experimenta uma situação de estresse. A norepinefrina, assim como a adrenalina, está intimamente envolvida em respostas rápidas e reação de fuga. Níveis elevados de norepinefrina podem levar à hiperatividade, já que esse excesso estimula o corpo a produzir enormes quantidades de adrenalina e outras substâncias estimulantes. Também são efeitos da elevação de seus níveis o aumento da pressão arterial, rápidos batimentos do coração, ansiedade e estresse.

Baixa norepinefrina

Já que a norepinefrina é a responsável por estimular neurônios, incitando atividade e energia para o nosso corpo, baixos níveis da substância podem causar cansaço, incapacidade de concentração e perda de motivação para executar tarefas diárias. Frequentemente, pessoas diagnosticadas com Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade (TDAH) tem na verdade baixos níveis do neurotransmissor. A deficiência de norepinefrina também pode causar perda de atenção, prejuízos na memória e depressão.

Mais galerias de fotos

Comentários

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media