×
Loading ...

Quais são os elementos de uma bússola?

Atualizado em 21 fevereiro, 2017

As bússolas são ferramentas de navegação que permitem que exploradores achem o caminho em locais ermos se guiando pelo polo norte magnético. Essa ferramenta vem em uma variedade de formatos diferentes. Os modelos mais complicados e mais caros têm características mais avançadas. No entanto, todas as bússolas têm os mesmos elementos básicos que permitem que os aparelhos apontem ao polo norte magnético. Esses instrumentos trabalham com ímãs, que são o pivô na resposta do campo magnético da Terra.

Os pontos cardeais, no prato base para a agulha magnética, é essencial para todas as bússolas (Jupiterimages/Comstock/Getty Images)

Base e agulha magnética

Esses dois elementos são essenciais para a operação da bússola. O prato base é uma superfície rígida, chata, redonda sobre a qual todos os outros elementos são montados. Alguns têm réguas ou um prolongadores na extremidade que podem ser usados para a medição das distâncias em um mapa. A seta de direção fica localizada na placa de base. A agulha magnética tem uma extremidade pintada de vermelho que sempre aponta para o norte devido ao campo magnético da Terra. A agulha é montada sobre um suporte que permite que ela gire livremente.

Loading...

Cápsula

Todas as partes móveis de uma bússola são localizadas na cápsula, que é frequentemente preenchida com água para suspender a agulha magnética. Incluída na cápsula está um mostrador giratório que mostra os pontos cardeais (norte, sul, leste e oeste, no mínimo) assim com os ângulos de 0 a 360. As bússolas também marcam tipicamente a metade dos pontos cardeais, ou as direções a meio caminho entre cada ponto cardeal. Uma bússola funciona girando a capsula para que a agulha se alinhe com a seta de orientação quando fizer a leitura. O cristal, que é chato ou chanfrado, cobre a capsula.

Linhas de norte

A seta que orienta a base da cápsula em direção norte-sul é destacada em vermelho ou preto. Esse elemento é usado para alinhar a agulha magnética ao se fazer uma leitura e é essencial ao ajustar uma bússola para declinação magnética. As linhas de norte são uma série de linhas paralelas localizadas na base da cápsula. Elas são usadas para alinhar o mostrador com as linhas do mapa. As linhas de norte são usadas para determinar o ângulo de declinação, também conhecido como diferença entre norte geográfico e magnético.

Elementos menos comuns

Bússolas mais antigas, assim como modelos mais caros ou usadas para um trabalho específico, podem ter elementos adicionais. A variação de marcações encontrada nas bússolas mais antigas são usadas para determinar a declinação. Bússolas mais caras têm um "transit lock", que suspende a agulha de seu pivô e diminui o desgaste. Uma lente de aumento ajuda a mostrar símbolos pequenos e características nos mapas enquanto um espelho pode melhorar a precisão na leitura.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...