on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Quais são as fases de abstinência após o inicio de uma dieta sem glúten?

Atualizado em 18 julho, 2017

Um diagnóstico recente de doença celíaca, alergia a trigo ou intolerância a glúten pode requerer que você considere uma dieta sem glúten. Aderir a esse planejamento nutricional restrito pode ser desafiador, sendo necessário, quase sempre, que se elimine vários alimentos comuns como pão, massas, determinadas carnes processadas, queijos e, até mesmo, alguns produtos derivados de sorvete. Além dessas restrições alimentares, os indivíduos em busca de uma dieta sem glúten podem passar por uma série de sintomas de abstinência, gerando desconforto ao processo.

Eliminar o glúten da sua dieta pode resultar em sintomas de abstinência (Hemera Technologies/Photos.com/Getty Images)

Sintomas iniciais de um estilo de vida sem glúten

É vital para a saúde e o bem estar de pacientes celíacos manter uma dieta sem glúten. É importante reconhecer que, embora uma dieta sem glúten tenha um impacto positivo sobre a saúde, ela pode representar uma transição difícil. Poucas evidências científicas fundamentam esses casos, mas existem vários fóruns em sites e discussões na internet que relatam experiências de indivíduos com sintomas de abstinência, semelhantes aos vivenciados por alcoólatras, tão logo começam uma dieta sem glúten. Dentre os quais, depressão, aumento na vontade de consumir determinados tipos de comida, irritações e alterações de humor. A maioria dos indivíduos relata sintomas de abstinência que duram de duas a quatro semanas e observa uma melhoria do bem estar após esse estágio inicial.

Loading...

Alterações emocionais

Várias publicações feitas em sites, fóruns de discussão e comentários em artigos se baseiam em depoimentos pessoais sobre as alterações emocionais nos estágios iniciais da adesão a um estilo de vida sem glúten. Dentre os quais, depressão, ansiedade, irritações, comportamento agressivo, hiperatividade e alterações de humor. Livros, como o "Dangerous Grains" (Grãos perigosos), escrito pelo médico James Braly, descrevem experiências pessoais relacionadas aos sintomas de abstinência. Ele declara que uma alteração na dieta tem impacto sobre as substâncias neuroquímicas do cérebro, levando a desequilíbrios temporários.

Desejos por comidas

Em outros fóruns é apontado que o corpo começará a desejar determinadas comidas, assim como acontece com outras dietas que eliminam certos alimentos. Nesse caso, tais alimentos são pães e outros produtos derivados do trigo. Esse sintoma pode estar relacionado a ajustes metabólicos que o corpo devem fazer quando se implementa alterações significativas em sua dieta ou em suas atividades físicas. O sistema do corpo deve reconfigurar como usar os nutrientes e as energias que você está ou não fornecendo.

Obesidade

Um importante efeito colateral e fato para se ter ciência, debatido em uma análise no periódico "Gastroenterology", é o aumento observado na ocorrência de casos de obesidade em indivíduos que buscam uma dieta sem glúten após o diagnóstico para doença celíaca. O médico cardiologista William Davis, e autor do livro "Track Your Plaque" (Monitore a sua placa de gordura), recomenda o estilo de vida sem glúten, mas adverte às pessoas que não encarem a dieta como a cura para todos os problemas relacionados à manutenção do peso. Com vários produtos sem glúten no mercado, os celíacos ou as outras pessoas que desejam um estilo de vida sem glúten tendem a acreditar que, contanto que estejam consumindo alimentos sem glúten, eles estão comendo corretamente. Assim como os biscoitos sem gordura não são uma desculpa para se comer toda a caixa, o status "não contém glúten" não garante um passe livre também. As dietas sem glúten devem ser seguidas ao mesmo tempo que também se adere a uma dieta balanceada e com porções adequadas.

Loading...

Referências

Loading ...
Loading ...