Quais são as formas que estrelas-do-mar se adaptam ao seu ambiente?

Escrito por phil whitmer | Traduzido por monique oliveira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são as formas que estrelas-do-mar se adaptam ao seu ambiente?
Na maioria das vezes, as estrelas-do-mar são carregadas para o litoral (Jupiterimages/Brand X Pictures/Getty Images)

Estrelas-do-mar são animais marinhos comumente observados em piscinas naturais rochosas, e são trazidas para as costas pelos oceanos. Elas vivem em zonas tropicais de entre marés e no fundo dos mares de temperaturas mais baixas. São classificadas como equinodermos invertebrados, juntamente com seus parentes mais próximos, os ouriços do mar, os pepinos do mar e bolachas-do-mar. A maioria das duas mil espécies de estrelas do mar possuem cinco braços, enquanto outras espécies têm até quarenta.

Outras pessoas estão lendo

Regeneração

A capacidade de regenerar membros amputados e partes do corpo perdidas é a mais impressionante adaptação da estrela-do-mar para o perigoso ambiente marinho. Após o ataque de um predador, algumas espécies podem regenerar quase todo o corpo a partir apenas de uma parte de um braço decepado. Outras espécies exigem um órgão central intacto para se regenerar. Essa adaptação é possível porque a maioria ou todos os seus órgãos vitais e sistema nervoso estão localizados em seus braços. Estrelas-do-mar não possuem um cérebro para ser ferido em um ataque.

Hábitos alimentares

As estrelas-do-mar evoluíram para se ajustarem ao ambiente em que vivem através do desenvolvimento de vários hábitos alimentares especializados. A maioria delas são caçadoras carnívoras que se alimentam de espécies de animais específicos, como mexilhões, amêijoas, ostras e caracóis. Elas localizam sua presa usando ocelos (ou manchas oculares) com sensores de luz nas pontas dos braços, e depois forçam as conchas dos moluscos, usando centenas de tubos de sucção na concha. Outras espécies são catadoras, se alimentando de plantas decompostas e animais mortos. Algumas espécies têm dietas que consistem de algas e plâncton.

Sistemas digestivos

As estrelas-do-mar desenvolveram sistemas digestivos especiais adaptados às fontes de alimentos encontrados no seu ambiente natural. Elas possuem dois estômagos, chamados de estômago cardíaco e estômago piloro. O estômago cardíaco é um órgão semelhante a um saco, e fica localizado no centro do corpo. O estômago é exteriorizado através de suas bocas para envolver e digerir as presas. Essas bocas são injetadas em moluscos bivalves e sugam as partes internas moles do corpo. A digestão é depois concluída no estômago piloro. Essa adaptação permite que a estrela-do-mar coma animais muito maiores que suas bocas.

Outras adaptações

Estrelas-do-mar têm uma pele óssea calcificada resistente que as protege de predadores. As cores da pele espinhosa agem como camuflagem para ajudar a se misturar em seu ambiente. Algumas espécies têm cores brilhantes para assustar ou confundir os predadores. Em vez de sangue, esses animais possuem um sistema vascular de água que circula nutrientes e dá energia para os tubos-pés, permitindo-lhes locomover-se em seu ambiente. Elas produzem e expelem grandes quantidades de óvulos e espermatozoides na água, dando-lhes uma melhor chance de sobrevivência.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível