Quais os perigos da baixa saturação de oxigênio?

Escrito por robert alley | Traduzido por marcelo couto
Quais os perigos da baixa saturação de oxigênio?

Oxigênio suplementar aumenta a saturação no sangue

Photodisc/Photodisc/Getty Images

A saturação de oxigênio é uma medida da quantidade de oxigênio no sangue, sendo 100% o máximo. Os níveis normais, medidos por um oxímetro de pulso, variam de 95 a 100%, com 90% sendo considerado baixo, de acordo com o site da Mayo Clinic. A baixa saturação de oxigênio, ou hipoxemia, é uma condição perigosa que apresenta sérias ramificações se não tratada adequadamente.

Outras pessoas estão lendo

Falta de ar

A falta de ar é um indicador de baixa saturação de oxigênio, que representa uma condição perigosa que precisa ser tratada. Esse sintoma pode ser causado por vários fatores, incluindo a doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC), um grupo de doenças pulmonares que bloqueia o fluxo de ar. O enfisema e a bronquite asmática crônica são dois exemplos dessas doenças que evitam que a quantidade suficiente de oxigênio chegue na corrente sanguínea. A baixa saturação prolongada leva a danos permanentes na habilidade do corpo de respirar. Segundo a Mayo Clinic, a DPOC causa muitas mortes pelo mundo e é principalmente resultado do fumo.

Energia

O oxigênio fornece energia para o corpo e para as células. Baixos níveis de saturação privam as células de sua fonte de energia, causando fadiga, letargia e fraqueza muscular. As células sofrem com a falta de oxigênio e não podem responder da maneira adequada. Se a pessoa sofre de cansaço extremo, considere a baixa saturação como uma possibilidade e realize um teste de sangue. Um simples teste com oxímetro fornecerá os resultados.

Mental

O cérebro depende do oxigênio para funcionar, e as células cerebrais morrem sem ele. A baixa saturação desse elemento causa problemas mentais como confusão e perda de memória de curto prazo. Se essas condições estiverem acompanhadas de outros sinais, como formigamento nos dedos e tosse crônica, procure cuidados médicos imediatamente.

Edema pulmonar da altitude elevada

Essa condição ocorre quando se viaja para altitudes acima de 2.500 metros. O ar rarefeito em altitudes assim possui menos oxigênio, e o corpo pode ficar privado rapidamente. Além disso, o ar é tão seco que a desidratação se torna um problema. Os sintomas incluem dores de cabeça, retenção de fluidos e tosse, além de falta de ar. Essa condição pode afetar qualquer pessoa que viaje para altitudes elevadas e é fatal se não tratada rapidamente.

Não deixe de ver

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível

Direitos autorais © 1999-2014 Demand Media, Inc.

O uso deste site constitui plena aceitação dos Termos de Uso e Política de privacidade de eHow. Ad Choices pt-BR

Demand Media