Quais são os perigos do comportamento egocêntrico de uma criança de 9 anos de idade?

Escrito por timothy burns | Traduzido por amanda freitas
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são os perigos do comportamento egocêntrico de uma criança de 9 anos de idade?
Comportamento egocêntrico é uma parte natural da imaturidade infantil (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Egocentrismo e comportamento infantil são termos sobrepostos. Parte da definição de uma pessoa egocêntrica é alguém que coloca suas próprias preocupações e interesses antes dos outros. Qualquer um que tenha visto a criança se recusar a compartilhar seu brinquedo sabe que as crianças são naturalmente tendenciosas em relação ao comportamento egocêntrico. Não há nada a se preocupar até que as crianças amadureçam bem na adolescência e tenham experiência e maturidade para ver os benefícios de colocar os outros antes de si.

Outras pessoas estão lendo

Escala móvel emocional

Os pais devem entender que o desenvolvimento emocional ocorre em uma escala de deslizamento. Não existe interruptor escondido que muda o caráter de uma pessoa de egocêntrica para outra centrada. Algumas crianças amadurecem mais rapidamente para um adulto jovem emocionalmente maduro do que as outras. A inclinação da curva de desenvolvimento é baseada no estilo de personalidade da criança, a sua ordem de nascimento na família e uma série de fatores ambientais.

Não pego, ensinado

Muitas habilidades emocionais e relacionais podem ser descritas como sendo "pego pela criança, não ensinado." Em outras palavras, as habilidades de maturidade, caráter e relacionamento emocionais são aprendidas através de sinais complexos. Apesar das crianças aprenderem a fazer e não fazer através de aulas, a capacidade de colocar os outros em primeiro lugar, e, portanto, ser menos egocêntrico, é uma lição complexa que não pode ser comunicada verbalmente. Como as crianças interagem com as outras está relacionado ao que observam em casa e o que é modelado dentro do seu grupo. Os pais que são permissivos ou deixam de impor disciplina podem contribuir para a criação de uma criança narcisista.

Problemas de auto-estima

Persistente narcisismo em crianças está ligado à baixa auto-estima. As crianças que amadurecem sem experimentar as consequências de seus comportamentos, tanto positivos quanto negativos, amadurecem sem limites. Uma criança sem limites não se sente segura e positiva sobre a vida. A presença de limites consistentes e tangíveis na infância levam a uma maior auto-estima, porque a criança se sente protegida e emocionalmente segura dentro dos limites estabelecidos pelos pais e professores.

Desenvolvimento emocional natural

Adolescência é caracterizada por um comportamento egocêntrico. Aos dez anos de idade, os melhores esforços e os piores erros dos pais vêm à tona na personalidade de seu filho. Aos nove anos de idade, uma criança que apresenta um comportamento egocêntrico excessivo pode estar reproduzindo o que ele vê em um irmão mais velho, agindo com insegurança emocional ou começando a lutar com alterações hormonais adolescentes. Na maioria dos casos, essa é uma parte natural do desenvolvimento emocional.

Estratégias pró-ativas

Clubes de aventura ao ar livre e equipes esportivas competitivas ajudam as crianças a queimarem energia juvenil, se desenvolverem fisicamente e aprenderem a equilibrar comportamentos auto-centrados em organizações altamente relacionais, como grupos de jovens da igreja, também modelo para os padrões positivos e não egocêntricos da criança. Mais importante ainda é disciplina em casa, que torna a criança responsável por comportamentos, boas escolhas e a faz cumprir os limites e consequências para comportamentos negativos, ajudando a transformá-la em um jovem adulto relacionalmente apto. As crianças não aprendem a maturidade emocional através de uma conversa com os pais, elas devem experimentar o fruto de suas escolhas para internalizar a transformação de caráter.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível