on-load-remove-class="default-font">
×
Loading ...

Quais são os perigos da corrente contínua?

A eletricidade é extremamente perigosa. Queimaduras, ferimentos neurológicos, danos ao coração e até a morte podem resultar de um choque elétrico. A corrente contínua, ou direta, é o fluxo de eletricidade em uma direção e com um valor contínuo. Essa corrente pode causar fortes contrações musculares. Isso significa que a pessoa levando o choque seria incapaz de soltar uma fonte de energia. O contato direto com a corrente pode causar sérios ferimentos ou morte. De acordo com o site MedScape, cerca de 1000 mortes acontecem por ano nos Estados Unidos por eletrocussão.

Tome as medidas corretas de precaução ao lidar com a corrente contínua (Hemera Technologies/PhotoObjects.net/Getty Images)

Queimaduras

Os choques de alta voltagem podem causar queimaduras nos órgãos internos e na pele. Um choque desses tem uma descarga elétrica de 500 a 1000 volts. A corrente elétrica fere o tecido, aquecendo as células quando os elétrons passam pelo corpo. As queimaduras podem ocorrer no ponto em que o corpo entrou em contato com a fonte de energia, no ponto em que ela sai do corpo e em todo o caminho percorrido entre os dois pontos.

Loading...

Danos ao coração

O coração é muito sensível ao choque elétrico. A eletricidade pode até fazer um coração parado voltar a bater. Correntes de baixa voltagem, entre 300 e 500 mA, podem causar fibrilação ventricular. Até mesmo 1 mA pode fazer o coração parar de bater se a corrente estiver em contato direto com o coração. A fibrilação ventricular pode ser fatal, porque o ritmo das batidas é quebrado e as células se contraem de forma independente. Um choque contínuo de alta voltagem pode resultar em parada cardíaca, o que pode ser fatal.

Danos neurológicos

Danos ao sistema nervoso e ao cérebro podem resultar do contato com correntes contínuas de alta voltagem. A eletricidade pode atrapalhar o controle do sistema nervoso sobre o coração e pulmões. A passagem da eletricidade pela cabeça pode resultar em perda imediata de consciência e confusão quando ela voltar. Os efeitos em longo prazo podem incluir convulsões permanentes, ansiedade, depressão e possíveis mudanças de personalidade devido aos ferimentos no tecido nervoso.

Respiração

O contato com correntes de alta voltagem pode fazer com que a vítima pare de respirar. A corrente elétrica pode fazer com que os músculos do peito tenham convulsões, levando a paradas respiratórias. A parada é mais provável se o ponto de contato com a corrente for o peito. É menos provável que haja danos ao tecido pulmonar, porque ele não é tão suscetível à eletricidade como os músculos que ajudam a controlar a respiração.

Loading...

Referências

Recursos

Loading ...
Loading ...