Quais pigmentos nas plantas contribuem para a fotossíntese?

Escrito por debra durkee | Traduzido por pina bastos
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais pigmentos nas plantas contribuem para a fotossíntese?
Os pigmentos de clorofila dão às folhas a sua cor verde (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

A fotossíntese é o processo pelo qual as plantas e as algas transformam a luz do sol e os nutrientes em energia. Os pigmentos nas folhas das plantas ou nas células das algas captam a luz do sol a fim de abastecer a reação; sem esses pigmentos não haveria fotossíntese e, sem ela, não haveria oxigênio produzido como um bioproduto.

Outras pessoas estão lendo

Clorofila

Há quatro tipos diferentes de clorofila encontrados em diferentes tipos de organismos fotossintéticos. A clorofila A é encontrada em quase todas as plantas e células de algas, enquanto a clorofila B é encontrada em todas as plantas mais altas e multicelulares, assim como em mais de 7 mil espécies de algas verdes. A clorofila C é encontrada em algas marrons e em diatomáceas, que são organismos fotossintéticos pequeninos que se juntam para formar feofíceas. A clorofila D só é encontrada em algas vermelhas. As clorofilas são as moléculas responsáveis pela absorção da maior parte da luz do sol necessária para abastecer os processos das plantas. Esses pigmentos verdes absorvem todo tipo de luz no espectro de cores, exceto o verde, que é refletido de volta à superfície da folha -- razão pela qual vemos as folhas como verdes. A clorofila A absorve a maior parte da luz do sol, com outros tipos de clorofila absorvendo a luz que as moléculas A deixam de absorver.

Quais pigmentos nas plantas contribuem para a fotossíntese?
A clorofila esconde as cores de outros pigmentos (Ryan McVay/Digital Vision/Getty Images)

Carotenoides

Os carotenoides são pigmentos acessórios que captam a luz do sol, mas não podem transferi-la para outras áreas da planta da mesma maneira que faz a clorofila. Em vez disso, esses pigmentos acessórios absorvem a luz do sol e a transferem para a clorofila, que então estoca a luz do sol e a transfere para o processo fotossintético. os carotenoides são amarelos, laranjas e vermelhos, e são encontrados em grande variedade de folhas. Nos messes de outono, quando as plantas começam a hibernarem para o inverno, a clorofila é o primeiro dos pigmentos fotossintéticos a morrer. Essa morte libera os carotenoides, que são então descobertos para mostrar suas cores na folhagem distinta e colorida do outono.

Quais pigmentos nas plantas contribuem para a fotossíntese?
Os carotenoides são o motivo pelo qual as árvores mudam de cor no outono (Thinkstock Images/Comstock/Getty Images)

Fucoxantina

A fucoxantina é um carotenoide, mas enquanto a maioria dos tipos de carotenoides existem em quantidades relativamente pequenas, juntamente com a clorofila e desempenham uma função limitada, a fucoxantina é um dos principais pigmentos nas algas marrons. Ele é responsável pela cor distinta de marrom das algas, absorvendo a luz vermelha no espectro de cor. A maioria das plantas que vivem na água estão na zona da superfície, onde ainda existe uma quantidade considerável de luz do sol penetrante. A existência de fucoxantina permite às algas marrons crescerem em águas bem mais profundas, pois esse pigmento consegue captar e processar a luz do sol na água além do local que, em geral, é capaz de suportar a vida.

Quais pigmentos nas plantas contribuem para a fotossíntese?
As algas marrons formam um dos principais habitats para as lontras marinhas (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Ficobilinas

As ficobilinas são um pigmento fotossintético encontrado somente em algas vermelhas e azuis-esverdeadas. Esse pigmento absorve a luz azul e reflete a vermelha, dando a essas algas sua cor vermelha distinta -- a vermelhidão das algas depende da quantidade de ficobilinas. Como a fucoxantina, as ficobilinas podem processar a luz em águas profundas do oceano. As ficobilinas são um fator preponderante na criação dos recifes de coral, já que algumas variedades de algas vermelhas formam conchas duras em torno delas mesmas através das quais as ficobilinas ainda conseguem coletar luz do sol. Essas algas, então, depositam a si mesmas na formação do recife. As ficobilinas também têm sido cruciais nas pesquisas científicas e médicas como agentes rastreadores. Quando exposto a uma luz brilhante, o pigmento absorve um pouco dessa luz e reflete algo como um brilho fluorescente, fazendo disso um meio eficaz de se rastrear certos elementos e células marcadas com o pigmento.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível