Quais as quatro características da água que a tornam importante para os seres vivos?

Escrito por herb kirchhoff | Traduzido por gildo santana
Quais as quatro características da água que a tornam importante para os seres vivos?
Os astrobiólogos acreditam que a existência de água líquida em outros planetas pode ser um sinal de vida extraterrestre (Thomas Northcut/Stockbyte/Getty Images)

A água líquida é essencial para todas as formas de vida na Terra. Os processos que sustentam a vida requerem um meio fluido para operar, e as propriedades únicas da água a tornam o meio ideal para transportar as moléculas de processos bioquímicos de um lugar para outro dentro de um organismo vivo. A água é o principal constituinte das formas de vida vegetal e animal da Terra, compreendendo entre 60 e 95% de seu volume.

Solvente universal

A água é o que há de mais próximo a um solvente perfeito. A água dissolve dezenas de milhares de elementos e compostos, incluindo os essenciais para os seres vivos. Nenhum outro composto se compara à água como solvente. Por exemplo, o elemento oxigênio se dissolve facilmente em água. Isso tornou possível a grande variedade de peixes, caranguejos, lagostas e outros animais que habitam os rios, lagoas, lagos e oceanos do mundo. Os poderes supersolventes da água transportam nutrientes dissolvidos para as células vivas e eliminam resíduos celulares. A água também tem tensão superficial alta, o que permite aos seres vivos circular água em seus sistemas.

Três estados de uma vez

A água é o único composto que pode ocorrer simultaneamente como líquido, sólido e gás nas condições de temperatura e pressão atmosféricas que prevalecem na superfície da Terra. Essa propriedade torna possível o ciclo hidrológico que transfere água dos oceanos para a terra e de volta para os oceanos, um ciclo do qual a maioria das plantas e animais dependem para sobreviver. A água também permanece na forma líquida em uma faixa de temperatura muito ampla. É um líquido entre zero e cem graus Celsius, um alcance de 100º C.

Alto calor específico

A água tem um dos calores específicos mais elevados entre todas as substâncias. Isso significa que a água irá absorver uma grande quantidade de energia térmica antes de sua temperatura subir um pouquinho. Por outro lado, a água libera calor lentamente quando as condições ambientais esfriam. Essa capacidade de retenção de calor, juntamente com ampla faixa de temperatura de estado líquido, e o fato de que dois terços da Terra são cobertos por água, faz dos oceanos um moderador poderoso de mudanças extremas de temperatura que poderiam afetar o clima da Terra e ameaçar a vida. A água também é um excelente condutor de calor, o que significa que grandes massas de água têm um perfil vertical de temperatura uniforme.

Flutuação do gelo

A água tem a propriedade incomum de se tornar menos densa quando se solidifica. Outros líquidos tornam-se mais densos quando se solidificam e suas formas sólidas afundam. Mas a água expande seu volume em 9% quando se torna gelo. Uma vez que o gelo é menos denso que água em estado líquido, ele flutua. Essa propriedade torna possível a vida em climas frios. Se a água se comportasse como outros líquidos, o gelo se formaria e afundaria até o fundo do oceano ficar cheio de gelo. Isso acabaria com a vida aquática. Em vez disso, o gelo forma uma capa que isola a água embaixo, impedindo o congelamento, para que a vida possa continuar.

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível