Quais as razões da baixa auto-estima infantil?

Escrito por jayde m. nichols | Traduzido por rúben carlos esteves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais as razões da baixa auto-estima infantil?
O desenvolvimento da auto-estima adquire-se nos primeiros anos de vida (child image by Friday from Fotolia.com)

A auto-estima é a opinião que cada individuo tem de si mesmo e do seu valor como pessoa. Ela desenvolve-se com o decorrer da vida, porém no período da infância existem várias situações que podem afetar negativamente a auto-estima da criança. Na infância, uma auto-estima reduzida projeta-se na adolescência e na vida adulta; por vezes originando más escolhas, como o uso de drogas, abusos e relações violentas.

Outras pessoas estão lendo

Abuso em casa

A forma como uma criança é tratada em casa tem um forte impacto no desenvolvimento da sua auto estima. Se ela for alvo de abusos por parte dos pais, quer física quer emocionalmente, ela se sentirá desvalorizada e pensará que merece ser tratada assim. O abuso físico que os pais aplicam nas crianças afeta a sua auto-estima e aumenta as hipóteses de, no futuro, terem relacionamentos onde abusem ou sejam abusadas. Pais que chamem nomes aos filhos ou lhes gritem a toda a hora transmitem-lhes a mensagem de que eles são desvalorizados ou não amados. As crianças rejeitadas também lutam com a sua auto-estima. A rejeição dos pais pode levar os filhos a se sentirem inúteis fazendo com que eles acreditem que não são merecedores da disponibilidade de seus pais. Por vezes, se sentem sós, envolvidos em sentimentos negativos e não acreditando em ninguém, culpabilizam-se pela forma como os pais os recriminam.

Experiências escolares ruins

A experiência escolar da criança também afeta negativamente a sua auto-estima. Se uma criança é intimidada por colegas, ela entenderá que eles podem ser muito maus e pensar que a culpa é sua, especialmente se ninguém a defender. Os professores cruéis que têm o hábito de chamar nomes aos alunos fazem com que se sintam desvalorizados podendo eles acreditar que essas palavras são verdadeiras.

Dificuldades de aprendizagem

As dificuldades de aprendizagem contribuem muito para uma baixa auto-estima infantil. Se a criança é ridicularizada e não é dada a devida atenção às suas dificuldades, ela poderá se sentir ignorante e ser obrigada a lutar para superar essa lacuna. Como resultado da sua falta de realização na escola, a criança pode ser menosprezada por colegas, professores e pais, diminuindo, assim, a sua auto-estima.

Expetativas elevadas dos pais

As expetativas elevadas dos pais em relação aos seus filhos contribuem para a baixa auto-estima infantil. Perante essa situação, a criança sente que não é suficientemente boa para os seus pais e envolve-se numa procura desmedida por esses atributos. Quando a criança não consegue satisfazer as expectativas dos pais, ela se sente mal, contudo aprende a esperar o comportamento impróprio de seus pais. Isso é especialmente prejudicial às crianças que tentam aprender por si próprias, não recebendo ajuda ou apoio adequados.

Falta de hobbies e de atividades extracurriculares

As crianças precisam de ter sucesso em seus hobbies e em atividades extracurriculares para se sentirem bem consigo mesmas. Quando as crianças não têm oportunidade para frequentar as atividades que gostam, são confrontadas com sentimentos de fracasso e tédio. Elas podem desenvolver uma baixa auto-estima e uma auto-imagem infeliz, levando-as a recorrer a comportamentos prejudiciais para ganhar domínio e objetivos para as suas vidas. Tem sido demonstrado que as crianças têm uma auto-estima maior e são menos propensas a recorrer a maus comportamentos quando têm hobbies fora da escola.

Pais superprotetores

Pais super-protetores podem, inadvertidamente, levar seus filhos a terem uma baixa auto-estima. Isso deve-se ao fato da criança não ser capaz de viver a sua vida independentemente, contando sempre com os pais para tudo. Os pais super-protetores têm boas intenções, mas seus filhos para além de não se considerarem importantes enquanto indivíduos, crescem sentindo-se incapazes de cuidarem deles mesmos.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível