Quais os sinais de recuperação da paralisia de Bell?

Escrito por keith dooley | Traduzido por thiago silva
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais os sinais de recuperação da paralisia de Bell?
A Paralisia de Bell impede que a pessoa afetada controle parte dos músculos da face (Pixland/Pixland/Getty Images)

Outras pessoas estão lendo

Sobre a paralisia de Bell

A paralisia de Bell não se trata de um derrame, mas sim de um dano ao nervo facial. Ela gera uma paralisia parcial ou completa dos músculos faciais. A maior parte dos pacientes se recupera completamente, mesmo sem tratamento. Para aqueles que parecem estar se recuperando devagar ou mesmo não se recuperando, alguns tratamentos podem ajudar. São receitados esteroides para diminuir o inchaço nos nervos, e, ocasionalmente, antivirais, com o mesmo objetivo. Os colírios serão necessários se o ato de piscar tiver sido afetado pela paralisia.

A recuperação

O processo de recuperação normalmente se inicia algumas semanas após o episódio. Quanto maior a demora, maior o risco de não ser uma recuperação completa. Isto não quer dizer, porém, que caso a recuperação não se inicie em três semanas, o paciente esteja condenado. Significa apenas que existe a possibilidade de complicações e recuperação incompleta. A primeira coisa que o paciente notará quando a cura começar é um formigamento na face -- similar ao que ocorre quando um pé fica dormente. A recuperação também pode vir acompanhada de dor.

Continuação

Ao passo em que a recuperação se segue, os movimentos faciais são percebidos. Se estes movimentos não ocorrem na parte esperada do rosto, chama-se o fenômeno de sincinesia. Um exemplo seria uma contorção na boca, mesmo que você não esteja tentando sorrir. Esta ocorrência sinaliza que a recuperação levará um pouco mais de tempo, devido a uma confusão nos nervos. A cura completa pode levar meses, e a ordem em que os músculos se recuperam varia de uma pessoa para outra.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível