Quais são os sintomas da constipação em um Yorkshire Terrier?

Escrito por misty barton | Traduzido por l. gutemberg
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são os sintomas da constipação em um Yorkshire Terrier?
Yorkies são suscetíveis à prisão de ventre (yorkie pup image by Maria Bell from Fotolia.com)

O Yorkshire Terrier é classificado como uma raça para brincar, geneticamente programada para ser um excelente cão de companhia. Yorkies pesam entre 1,8 e 3 kg. Como resultado de seu tamanho, eles, como outras raças desse tipo, são particularmente propensos à constipação. Isto é, quando um cão é incapaz de defecar ou tem dificuldade em fazê-lo por causa das fezes estarem excepcionalmente grandes, duras ou secas. Proprietários de yorkies precisam saber as causas e os sintomas da prisão de ventre e em que ponto devem chamar um veterinário.

Outras pessoas estão lendo

Causas

A constipação ocorre quando algo do ambiente do animal provoca uma obstrução na via intestinal. Mudanças na dieta, muitas vezes, fazem os cães ficarem constipados. Estas incluem repentinas mudanças de marcas de rações ou fórmulas de alimentos para cães, sem um período de transição, e a exposição a sobras de comida. Alimentos humanos condimentados e com elevado teor de gordura podem perturbar os intestinos de um cão. Um cão cuja dieta não inclui líquidos adequados é mais provável de se tornar constipado. O estresse físico e emocional também pode causar constipação. Proprietários que observarem a doença em seu animal de estimação deverão trabalhar para eliminar as tensões físicas e emocionais que poderão contribuir para o desenvolvimento da doença. Se o cão come um produto não alimentício que não é capaz de digerir ou passar facilmente, ou se come ossos, isso pode criar um bloqueio.

Sintomas

Os sintomas mais comuns incluem a diminuição gradual das fezes, chegando quase à inexistência, fezes duras ou secas, eliminação das fezes com menos frequência do que o normal, dificuldades na eliminação das fezes mais do que o normal, diarreia acompanhada por esforço, vômitos e perda de apetite.

Emergência

Sintomas específicos podem indicar que seu cão precisa de cuidados veterinários. Consulte um médico se o seu cão não defecar durante três ou mais dias, se repetidamente sofrer para evacuar ou se você observar sangue ou muco nas fezes do animal. Outros sinais a se observar e relatar ao seu veterinário incluem inchaço, perda de apetite, letargia e dores de estômago.

Diagnóstico

Veterinários usam a observação dos sintomas físicos para diagnosticar a constipação. No entanto, um veterinário pode sugerir novos testes para verificar a causa. Testes de diagnóstico podem incluir raios-X, ultrassom, exames de sangue e urina.

Tratamento

O tratamento depende em grande parte da causa da constipação. Se os raios-X revelarem a causa da obstrução, um veterinário provavelmente começará a trabalhar para remover esse bloqueio. Isso pode incluir enemas, hidratação intravenosa e apalpação do cólon. Se o veterinário acreditar que o problema está relacionado com a medicação, ele poderá sugerir que interrompa o uso, pelo menos temporariamente. Seu veterinário também poderá mudar a prescrição. Se a prisão de ventre estiver relacionada com a dieta do cão, um veterinário poderá recomendar a mudança da comida, talvez por uma mais rica em fibras. Para a constipação crônica, um veterinário poderá recomendar enemas com sabão e água e uma rotina de exercícios. No caso de um cão sofrer de uma compactação grave ou desidratação médica, ele poderá exigir cuidados médicos avançados, incluindo fluidos intravenosos, a remoção manual da matéria fecal, repetidos enemas e observação.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível