Quais tipos de gatos não causam alergia?

Escrito por chloe newkirk | Traduzido por mayra chibante
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais tipos de gatos não causam alergia?
No Brasil, a população de gatos já supera a de cães (Hemera Technologies/AbleStock.com/Getty Images)

No Brasil a população de gatos domésticos já supera a de cães, com um crescimento de 8% ao ano (2012). Contudo, milhões de pessoas ainda sofrem de alergias felinas. Espirros, coceira e sinusite crônica são alguns dos sintomas que um amante destes animais tem de lidar. Os donos que procuram por tipos de gatos hipoalergênicos acharão algumas opções, mas podem depender de certos passos para reduzir as alergias na própria casa.

Outras pessoas estão lendo

Fatos

As alergias provindas dos gatos não são causadas por pelo propriamente dito, mas são acionadas pela proteína Fel d1, que é liberada pela glândula sebácea da pele do gato. A partícula é muito pequena e adere ao pelo e à pele do animal, sendo transmitida também pela saliva. Todas as raças de gatos produzem e espalham essa alergia, a não ser que exista uma raça específica que não libere tal substância.

Tipos

A companhia Allerca, em San Diego na California, produz um hipoalergênico chamado de "lifestyle pet". Os filhotes disponíveis através da Allerca foram criados a partir de uma minoria selecionada de gatos que produzem uma versão da Fel d1 modificada, menos irritante. A empresa afirma que tais animais podem ser adquiridos por alguns milhares de dólares. Enquanto a ciência produziu um gato hipoalergênico, todas as outras raças não garantem a falta de alergias.

Equívocos

Ao contrário da crença popular, os gatos Cornish Rex e os despelados Sphynx não são naturalmente hipoalergênicos. Apesar do Rex possuir um pelo curto, a mesma proteína está presente. Os donos podem apreciar menos quedas de pelos, mas essas raças ainda incomodarão as pessoas alérgicas. De fato, os gatos Sphynx podem causar sintomas diferentes e até mais sérios. O termo "hipoalergênico" não se refere à ausência de alérgenos, mas apenas uma quantidade menor. Criadores advertem que estes animais foram raramente testados e ainda podem agravar os sintomas.

Quais tipos de gatos não causam alergia?
Mesmo as raças com menos pelos ainda podem causar alergias (Jupiterimages/Photos.com/Getty Images)

Prevenção/solução

Se pagar uma bela quantia por um filhote não é possível ou se as alergias se desenvolveram por conta de um gato já existente, você possui opções para reduzir os sintomas. Devido ao pequeno tamanho do alérgeno felino, ele se espalha rapidamente através de várias superfícies. Limite o tempo que o animal passa na sua cama, providenciando um local separado para ele deitar. Lave a roupa de cama pelo menos a cada semana em água quente. Frequentemente, aspire sua casa com um filtro HEPA e instale purificadores de ar do mesmo tipo. Regularmente, escove o animal e procure por produtos higiênicos que sejam hipoalergênicos. Medicação e imunoterapia podem ainda controlar as alergias.

Quais tipos de gatos não causam alergia?
Mantenha a rotina de limpeza na sua casa, de forma a diminuir os sintomas da alergia (Creatas/Creatas/Getty Images)

Considerações

Não há uma ligação concreta entre a cor, raça ou comprimento de pelos felinos ao desenvolvimento das alergias. Para testar a reação do seu corpo e antes de adotar um gato, passe um tempo com vários outros tipos destes animais. Apesar das alergias felinas serem muito comuns, outros fatores do seu ambiente podem ainda serem responsáveis pelos sintomas. Peça ao seu médico por um teste de alergia para apontar coisas que causam os sintomas em você. A redução dos alérgenos felinos só será eficaz se outros alérgenos forem também eliminados.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível