Quais tipos de vinho tinto são doces?

Escrito por mallory ferland | Traduzido por gabriela cubayachi
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais tipos de vinho tinto são doces?
Vinhos "adocicados" são geralmente considerados doces dentre as variedades de vinhos tintos (red wine image by Roman Sigaev from Fotolia.com)

Na termologia de vinhos, o conteúdo de açúcar no vinho é conhecido como açúcar residual e é medido em porcentagens. Todos os vinhos tintos, sejam doces ou não, tem açúcar residual perto de zero. A diferença entre um vinho tinto doce ou seco é o nível de taninos.

Outras pessoas estão lendo

Merlot

Qualquer vinho rotulado como Merlot é, geralmente, um vinho doce. Merlot é a variedade de uvas usadas na fabricação do vinho e, atualmente, já é cultivada em todo o mundo. Uvas Merlot têm sabores leves e contém menos taninos do que a maioria das outras uvas, e por isso possui um toque suave e com sabor de frutas, incluindo ameixa e bagas.

Mesmo não muito doce, o Merlot é um vinho muito mais suave do que outro que tenha muito tanino, como o Cabernet Sauvignon. O Merlot é um ótimo acompanhamento para carnes vermelhas e brancas, perus, costeletas de porco e frango.

Chianti

Chianti é um vinho mesclado da Italia, sendo feito principalmente de uvas Sangiovese de tipos variados misturadas com uvas Canaiolo, Colorino, Carbenet Sauvignon e Merlot. Somente vinhos Chianti fabricados com uvas cultivadas na região de Chanti podem ser denominados como tal.

Como o Merlot, o Chianti é adocicado e tem poucos taninos, sendo portanto mais doce do que vinhos tintos secos. Mesmo doce, ele tende a ter um sabor apimentado, e notas características de café, tabaco ou cereja e ameixas. O sabor picante combina com a maioria das massas e pratos de carnes temperadas.

Shiraz/Syrah

Shiraz, feito com a uva Syrah, é produzido somente na Australia, mesmo que o resto do mundo refira-se a ele simplesmente como Syrah. Assim como o Chanti, o vinho Shiraz é picante com sabores de fruta, tem poucos taninos e é suave. Apesar de ser light, ele combina com uma grande variedade de comidas fortes, incluindo carnes vermelhas e culinárias bem temperadas, como a italiana e a oriental.

Vinhos de sobremesa

Vinhos tintos de sobremesa estão entre as variedades mais doces de vinho disponíveis, por causa do processo de fortificação. A maioria dos vinhos de sobremesa, como o Porto ou o Sherry, não são puros, e sim misturados com licor.

O Porto, o mais doce dos dois, é feito de uvas doces do Vale Douro de Portal. Depois de somente alguns dias, a fermentação do vinho é parada e é adicionada aguardente para criar um sabor doce diferente, denso e de características ricas, assim como um conteúdo alcoólico acelerado. Por causa da interrupção da fermentação, os açúcares naturais da uva não fermentam totalmente e, portanto, permanecem no vinho.

O vinho Sherry também é fortificado com aguardente, porém as uvas são totalmente fermentadas antes da adição, e isso faz com que ele seja menos doce do que o vinho do Porto. Vinhos de sobremesa geralmente são servidos como aperitivo antes das refeições, mas também são servidos junto com as sobremesas ou depois da refeição para ajudar na digestão.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível