Quais são os tratamentos para a neuralgia do trigêmeo?

Escrito por marie louise | Traduzido por marcella narvaes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são os tratamentos para a neuralgia do trigêmeo?
Neuralgia do trigêmeo é uma dor facial que geralmente ocorre em apenas um lado da face (Medioimages/Photodisc/Photodisc/Getty Images)

Neuralgia do trigêmeo é uma dor facial que geralmente ocorre em apenas um lado da face. A dor pode iniciar por apenas um leve toque ou enquanto se estiver fazendo coisas diárias, como comer, falar ou escovar os dentes. A dor pode ir e voltar, com longos períodos sem dor nenhuma. O primeiro tratamento para a neuralgia do trigêmeo é normalmente um remédio receitado por um médico. Se a dor persistir ou agravar, é possível que uma cirurgia seja necessária.

Outras pessoas estão lendo

Medicação

O tratamento para a neuralgia do trigêmeo começa com antiespasmódicos e antidepressivos. Antiespasmódicos incluem carbamazepina, topiramato e clonazepam. Esse tipo de drogas bloqueiam as falhas do nervo trigêmeo. O baclofeno, um relaxante muscular, pode ser usado combinado com outros medicamento para prevenir espasmos musculares. Antidepressivos são usados para tratar as dores fortes e abrasadores da neuralgia do trigêmeo. Dores que são severas ou recorrente podem ser tratadas com opioides ou analgésicos, como os AINEs (anti-inflamatórios não esteroides).

Rizotomia

Rizotomia é um procedimento cirúrgico que destrói fibras nervosas para bloquear a dor. O tratamento causa perda sensorial permanente e dormência facial. Há vários tipos de rizotomia que um cirurgião pode escolher, que incluem compressão no balão, injeção de glicerina, radiofrequência de controle da temperatura e cirurgia estereotáxica.

A compressão do balão é usada para danificar a insuflação do nervo trigêmeo e é realizado sob anestesia geral. As injeções de glicerina são um procedimento ambulatorial. O médico injeta a glicerina nos gânglios onde os nervos trigêmeos se encontram na base do crânio. A radiofrequência com controle de temperatura usa uma corrente elétrica para danificas as fibras nervosas e parar a dor. E a cirurgia estereotáxica, que usa um sistema de coordenadas por computador, usa feixes de radiação para lesionar o nervo trigêmeo que, então, interrompe o sinal da dor.

Descompressão microvascular

Esse procedimento para o tratamento da neuralgia trigêmeo é a mais invasiva. É realizada sob anestesia geral e exige que o paciente fique muitos dias no hospital. Ela insere um amortecedor entre o nervo trigêmeo e os vasos por perto, para que o nervo não seja mais comprimido. Uma neurectomia pode ser realizada durante esse procedimento se o cirurgião não achar nenhum vaso pressionando o nervo. Ele cortará parte do nervo trigêmeo para interromper os sinais de dor de chegar ao cérebro.

Radiocirurgia Gamma Knife

Esse tratamento para a neuralgia do trigêmeo usa feixes de radiação para criar uma lesão na raiz do nervo, que desenvolve lentamente com o tempo e interrompe os sinais de dor de chegar ao cérebro. Esse procedimento é uma opção para alguém que não pode ser colocado sob anestesia geral devido à outras condições médicas.

Radiocirurgia com acelerador linear

A radiocirurgia com aceleradores lineares de elétrons (LINAC) usa radiações de alta energia, que são disparadas em um sequência de explosões repetitivas. Esse procedimento tem como alvo os nervos e os danificam, causando uma lesão que se desenvolve lentamente e interrompem os sinais de dor de ser transmitidos para o cérebro.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível