Quais são os tratamentos para o vício em ópio?

Escrito por sarah metzker erdemir | Traduzido por juliana néris nakanejo
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quais são os tratamentos para o vício em ópio?
A dependência causada pelo ópio é extremamente difícil de superar (Image courtesy of Wikipedia Commons)

O ópio é um narcótico altamente viciante derivado das vagens de sementes de flores de papoula. Ele pode ser comido, fumado ou injetado. O ópio cria tolerância no usuário, ou seja, ele deve ser usado cada vez mais para obter o mesmo efeito. A retirada do ópio é dolorosa, e viciados frequentemente usam mais ópio para evitar a dor. Comparado a outros opiáceos como a heroína e a codeína, o ópio é o mais rude e menos potente, mas como os outros vícios em opiáceos, a dependência é extremamente difícil de superar e quase sempre requer intervenção profissional.

Outras pessoas estão lendo

Desintoxicação

A primeira etapa do tratamento da dependência do ópio é a desintoxicação, o que significa livrar o corpo da droga e a sua dependência física. Idealmente, isso é feito o mais rapidamente possível, mas o processo geralmente dura vários dias. O viciado pode sentir calafrios, alucinações, insônia, diarreia e vômitos, ou espasmos musculares e dor física. Às vezes, a metadona é utilizada para tratar a abstinência, mas a própria metadona é altamente viciante, por isso só é usada em casos extremos.

Programas de doze passos

Mesmo após passada a dependência física, uma forte dependência psicológica permanece. A recuperação de viciados em centros de tratamento para usuários passam por aconselhamento intenso por até três meses. Programas de 12 passos são comuns, nos quais viciados trabalham juntos em um grupo definido para falar sobre a superação de seus vícios e os problemas que eles estão tendo ao lidar com suas vidas como pessoas sóbrias.

Terapia

O aconselhamento pode também envolver algum tipo de terapia cognitivo-comportamental um-a-um como a educação, na qual os pacientes aprendem a mudar seus padrões de dependência. Este tipo de terapia assume que o comportamento antissocial é causado pelo pensamento do paciente, mais do que circunstâncias externas. O terapeuta tenta ensinar o paciente novas formas de abordar o estresse e problemas antigos. Viciados definem seus objetivos futuros e terapeutas ajudam a encontrar caminhos para alcançá-los.

Suporte a longo prazo

Muitos viciados em ópio precisam de ajuda extra para ter suas de volta. Alguns precisam de mais educação ou treinamento e certificação de um acordo para que possam encontrar um emprego, enquanto outros podem ter problemas legais que não podem resolver por conta própria. O sucesso do tratamento da dependência do ópio significa apoiar a sobriedade a longo prazo. O viciado precisa se sentir no controle de sua vida, e não dominado por coisas que ele não pode fazer. Programas de 12 passos também oferecem apoio a longo prazo para ajudar o viciado quando ele se encontra em ambientes semelhantes ao que ele estava quando estava usando a droga, ou uma intervenção imediata, quando eles se sentem à vontade para usar novamente.

Terapia com drogas

Alguns médicos prescrevem medicamentos como naltrexona que se destinam à reduzir as chances do paciente de ter uma recaída. Este tratamento é usado com mais frequência em viciados que tiveram recaída no passado. Antidepressivos também podem ser utilizados como parte de tratamento da dependência de longa duração. Para alguns pacientes, os problemas existentes com depressão podem ter causado o desenvolvimento do vício em primeiro lugar, enquanto outros podem precisar de ajuda na superação da extrema ansiedade de viver livre das drogas pela primeira vez.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível