Quanta água um diabético do tipo 2 deve beber?

Escrito por susan elliott Google | Traduzido por luiz neves
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • E-mail

A Clínica Mayo relata que o consumo diário recomendado de água é influenciado pelo clima, exercícios e fatores de saúde. A melhor forma de saber a quantidade específica de água que um diabético deve ingerir, é consultar um médico. Entretanto, existem algumas diretrizes que as pessoas podem seguir sobre a hidratação.

Outras pessoas estão lendo

Benefícios da água

A água suporta todas as funções do corpo. Se seu corpo não estiver devidamente hidratado, ele não será capaz de trabalhar em sua capacidade total. Ficar totalmente hidratado aumentará a energia e ajudará a melhorar sua taxa metabólica.

O corpo de um diabético nem sempre funciona em seu completo potencial, e a fadiga pode ser um problema comum. Beber muita água pode ajudar a prevenir a fadiga e melhorar o desempenho físico de seu corpo. A água é especialmente útil para a hidratação de um diabético, porque não possui calorias, gordura ou colesterol, coisas que um diabético precisa evitar.

Consumo de água necessário

De acordo com a American Diabetic Association (Associação Americana de Diabetes), a não ser que seja especificado do contrário por um médico, o requerimento de ingestão diária de água é o mesmo para uma pessoa saudável.

O Institute of Medicine (Instituto de Medicina, EUA) sugere que os homens bebam cerca de 13 copos, ou 3 litros, de líquidos por dia. As mulheres devem tomar cerca de 9 copos, ou 2,2 litros. Essa quantidade inclui água e outras bebidas. Entretanto, as bebidas carbonatadas e cafeinadas devem ser mantidas a um nível mínimo. Escolha chás de ervas ou água para manter o corpo hidratado. Os chás e a água são sempre a melhor escolha para os diabéticos.

Maneiras de se manter hidratado

Comece a tomar oito copos de 240 ml de água por dia. Oito desses copos somam cerca de 1,9 litros. Lembre-se que isso é apenas um ponto de partida para alcançar seus requerimentos diários de fluidos. Ao tentar alcançar o consumo mínimo recomendado por dia, tenha em mente que os copos comuns de casa possuem cerca de 400 ml e 500 ml, o que faz com que a ingestão em cada um seja muito maior.

Perigos da desidratação

A diabetes pode causar desidratação, então, é importante que um diabético consuma pelo menos a quantidade recomendada de água por dia. A micção frequente causada pelo acúmulo de açúcar de sangue pode causar desidratação. A desidratação severa pode fazer com que uma pessoa que tem diabetes tipo 2 desenvolva um coma hiperosmolar não cetótico. Esse problema que carrega risco à vida ocorre, geralmente, quando uma pessoa não pode beber água suficiente para se manter hidratada. A importância de beber pelo menos a quantidade mínima recomendada de água não pode ser subestimada.

Superidratação

A hiper-hidratação é possível, mas é muito mais comum em atletas do que em pessoas comuns, saudáveis ou não. A hiper-hidratação impede que os rins excretem a água excessiva, para que o conteúdo mineral no sangue seja diluído. Esse problema é chamado de hiponatremia. Mesmo que seja raro, esse problema é outra razão para que se consulte um médico sobre a quantidade de água que deve ser consumida em uma dieta individual para um diabético.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível