Quanta potência um reator perde?

Escrito por jared lewis | Traduzido por thiago sanches
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Quanta potência um reator perde?
Reatores elétricos perdem energia devido à perda de calor (Jupiterimages/Goodshoot/Getty Images)

Reatores limitam a corrente elétrica em aparelhos elétricos, como lâmpadas fluorescentes. No entanto, eles perdem energia quando operam por causa da maneira como eles são construídos. Reatores são, basicamente, um fio de cobre em forma de espiral que é enrolado em torno de ferro. Como tal, eles criam calor, pois causam resistência elétrica na corrente alternada enquanto ela passa através do circuito.

Outras pessoas estão lendo

Tamanho

Nem todos os reatores irão perder a mesma quantidade de energia elétrica. A quantidade de energia perdida está relacionada com o tamanho dos componentes principais do reator, o núcleo de ferro e a bobina. Quanto maior for o tamanho, maior o potencial para a perda de energia. No entanto, esta é muitas vezes proporcional ao tipo de luz a ser utilizado, e é geralmente expressa como uma percentagem de perda. Não existe consenso a respeito de um percentual de perda padrão, mas uma luz de 36 watts utilizando um reator padrão vai perder cerca de 25 por cento de sua energia.

Reatores de baixa perda

Alguns reatores são projetados especificamente para eliminar o excesso de perda de energia. Por exemplo, em alguns países, como o Canadá, os limites são colocados sobre a quantidade de energia permitida perdido através do reator. Algumas empresas têm desenvolvido reatores de baixa perda que operam em apenas uma fração do que um reator tradicional opera e perde. Por exemplo, um reator com baixa perda acoplado numa lâmpada de 36 watts só vai perder 4 watts, em vez de 9 watts perdidos por reatores energeticamente não eficientes.

Magnético vs. eletrônico

A quantidade de energia perdida através de um reator eletrônico é significativamente menor do que o magnético. Faróis que utilizam 39 a 175 watts de energia irão perder entre 14,6 e 37,6 watts de energia quando usados com um reator magnético, de acordo com o Lawrence Berkeley National Laboratory. Em comparação, um reator eletrônico com as mesmas luzes só vai perder entre 5,2 e 15,2 watts, uma economia de 9,4 a 22,4 watts.

Frequência

Reatores eletrônicos também vêm em modelos de alta e baixa frequência. A frequência refere-se ao número de impulsos elétricos por segundo que o reator consome. Um reator de baixa frequência vai usar 120 pulsos por segundo e vai perder muito menos energia. Um reator de alta frequência vai usar mais de 10.000 pulsos por segundo e pode ter uma perda de energia mais elevada como resultado. No entanto, esses reatores ajudam a impulsionar o desempenho de luz, porque o aumento de pulsos conta para a energia perdida através do reator.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível