Como é o raio-x de um fumante?

Escrito por michael hinckley | Traduzido por vitor tavares
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como é o raio-x de um fumante?
O cigarro é a principal causa de doença do pulmão e redução da capacidade pulmonar (x - ray image by Sandor Kacso from Fotolia.com)

Os pulmões de uma pessoa fornecem ao seu corpo o oxigênio que necessita para funcionar. O cigarro é a principal causa de doença do pulmão e redução da capacidade pulmonar. Saber como fumar afeta os pulmões, especialmente depois de ver uma imagem de raio-X dos pulmões de um fumantes, pode ajudar os fumantes a parar de fumar e convencer os não fumantes a não começar.

Outras pessoas estão lendo

Função

Máquinas de raio-x usam um feixe de energia que tem um comprimento de onda muito curto para penetrar através do corpo de um paciente e provoca a formação de uma imagem em um filme especialmente preparado. Os raios X passam facilmente através dos tecidos moles, mas são bloqueados por um tecido denso, tal como o osso. A imagem do filme é semelhante a um negativo fotográfico; as partes escuras do filme mostram onde os raios X encontraram pouca ou nenhuma resistência, enquanto as peças brancas mostram onde os raios foram bloqueadas por obstáculos. Desta forma, os médicos podem diagnosticar doenças e condições, tais como a acumulação de partículas nos pulmões de um fumante.

Identificação

Em um raio-x dos pulmões de um paciente saudável, observa-se grandes áreas pretas separadas por uma linha branca grossa. Os pulmões dos não-fumantes, expostos à fumaça de cigarros alheios, possui risco aumentado para o câncer ou outros problemas respiratórios. Os não-fumantes expostos a fumaça alheia devem informar seu médico para que seu pulmão seja monitorado.

Efeitos

Nos pulmões dos fumantes, o espaço negro é geralmente obscurecido por grandes quantidades de matéria em partículas, formação de cicatrizes, e células cancerosas, que são mais densas do que nos pulmões de um paciente saudável. O resultado são grandes massas ou "bolhas" no raio x. Esse paciente possui uma maior dificuldade de realizar as trocas gasosas. Isto pode resultar em falta de ar crônica, chamada Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica (DPOC), também conhecido como enfisema. Além disso, de acordo com a American Lung Association, 73% de todos os fumantes sofrem de doença pulmonar crônica, tais como doenças de DPOC ou outras, tais como a doença coronariana, e acidente vascular cerebral. 80 a 90% dos pacientes com câncer de pulmão foram, ou ainda são, fumantes.

Significado

Segundo a American Lung Association, fumar faz com que os sacos de ar nos pulmões de uma pessoa sofra rupturas. Estas rupturas não podem ser vistas em um raio-x e geralmente são reveladas após a morte do fumante. Os pulmões também são preenchidos com outras substâncias que o organismo produz para tentar cercar e evitar a sua propagação. A forma destas células, fora das paredes, é irregular e pode tornar os pulmões deformados ao longo do tempo.

Prevenção/Solução

Parar de fumar é uma tarefa muito difícil, pois a nicotina é tão viciante quanto a cocaína ou opiáceos, como a heroína. Um fumante pode precisar de várias tentativas, bem como várias abordagens diferentes, para deixar de fumar. Fumantes que fumam durante anos ou que têm o hábito pesado, muitas vezes precisam de receber doses de nicotina, seja através da própria gengiva ou injeções sob a supervisão de um médico. Para aqueles que param, o risco de câncer de pulmão e outras doenças pulmonares cai drasticamente; entretanto, seus pulmões nunca retornaram para o estado "saudável" que estavam antes de fumar. As células danificadas permanecem com o paciente para o resto de sua vida, mas a redução das chances de câncer gira em torno de 20 a 40%.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível