As razões para o sangramento vaginal pós-menopausa

Escrito por contributing writer | Traduzido por carlos lira
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
As razões para o sangramento vaginal pós-menopausa
A maioria das mulheres entra na menopausa aos 52 anos (Ryan McVay/Photodisc/Getty Images)

A maioria das mulheres entra na menopausa (o fim dos períodos menstruais) por volta dos 52 anos. Antes de entrar na menopausa, a mulher pode estar num estado de transição chamado perimenopausa durante até dez anos. Durante a perimenopausa, os níveis hormonais começam a diminuir e os períodos tornam-se menos frequentes ou regulares, até que finalmente cessam. Uma mulher é considerada na pós-menopausa quando não menstrua por um período de um ano ou mais. Embora o sangramento vaginal fique irregular, assemelhando-se aos períodos menstruais, seja comum durante a perimenopausa, ele pode tornar-se um sinal de problema médico se ocorrer após a menopausa.

Outras pessoas estão lendo

Causas de sangramento vaginal

O "American College of Obstetricians and Gynecologists" (Colégio Americano de Obstetras e Ginecologistas) cita várias explicações potenciais para o sangramento vaginal irregular pós-menopausa. A causa mais comum é a atrofia da mucosa uterina, chamada de atrofia endometrial. Outra causa possível é a terapia hormonal, usada para tratar os sintomas associados à menopausa. Tumores ou pólipos benignos, chamados de hiperplasia endometrial, também podem causar sangramento vaginal. Sangramento vaginal após a menopausa pode ser um sinal de câncer endometrial.

Terapia hormonal e sangramento vaginal

Muitas mulheres experimentam sintomas desagradáveis ​​associados com a queda dos níveis hormonais que ocorrem durante e após a menopausa. Por causa destes sintomas, como fogachos e irritabilidade, os médicos prescrevem frequentemente um suplemento de estrogênio e progesterona. A "Oxford Journal of Medicine' sugere que a terapia hormonal pode causar hemorragia vaginal irregular em até metade das pacientes que utilizam o tratamento. O sangramento irregular geralmente se resolve dentro de seis meses do início da terapia hormonal.

Câncer de endométrio

Como o sangramento vaginal também pode ser um sintoma de câncer endometrial, a recomendação é discutir qualquer sangramento vaginal que ocorra no período pós-menopausa com seu médico. O "American College of Obstetricians and Gynecologists" afirma que o câncer de endométrio é a causa de sangramento vaginal pós-menopausa em uma de cada oito mulheres. Se detectado precocemente, o câncer endometrial possui uma elevada taxa de cura.

Diagnóstico

Diagnosticar o motivo da hemorragia vaginal é essencial para tratá-lo adequadamente. Os médicos costumam começar por fazer um histórico clínico tentando identificar os fatores de risco para o câncer, incluindo um histórico familiar ou pessoal de câncer, períodos irregulares ou a presença de pólipos benignos não tratados. Um médico também pode fazer uma biópsia endometrial raspando um pequeno pedaço de tecido uterino ou uma ultra-sonografia (tirar uma foto das paredes pélvicas utilizando ondas sonoras).

Tratamento

O tratamento para a hemorragia vaginal irregular pós-menopausa depende da causa da hemorragia. Se a terapia hormonal estiver causando o sangramento, geralmente o tratamento não é aconselhado. Se o sangramento for causado por um espessamento da mucosa uterina, o estrogênio pode ser prescrito. Se for causado por um espessamento do revestimento do útero, a progesterona pode ser prescrita. Os pólipos podem ser removidos cirurgicamente. No caso de câncer endometrial, você será encaminhada a um oncologista, que pode recomendar uma histerectomia ou outro tratamento adequado.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível