Reações adversas a anestesia em cachorros

Escrito por elizabeth tumbarello | Traduzido por luiza horbach
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Reações adversas a anestesia em cachorros
Cachorros requerem atenção extra após serem anestesiados (Image by Flickr.com, courtesy of CIA DE FOTO)

Quando cães precisam de cirurgia, eles recebem anestesia. A anestesia é administrada para reduzir a quantidade de dor durante a cirurgia, bem como reduzir ou tirar a consciência para que o animal não entre em pânico. Há uma variedade de medicamentos anestésicos que podem ser utilizados na área da cirurgia, e nem todos eles são bons para todos os animais.

Outras pessoas estão lendo

Importância

Reações adversas podem ocorrer em quase qualquer parte do corpo de um cão, manifestando-se interna e externamente. Essas reações podem variar de leves a risco de vida.

Período de tempo

Um cão é suscetível a ter uma reação desagradável a anestesia a partir do momento que recebem um tratamento pré-anestésico e até que os medicamentos anestésicos tenham deixado o sistema do animal.

Aviso

Os cães doentes, grávidas ou com o sistema imunológico comprometido possuem um risco maior do que os outros. Apesar disso, qualquer cão pode ter uma reação a medicamentos anestésicos.

Tipos

Reações leves podem incluir tremores, movimentos descoordenados e sonolência. Reações moderadas e graves incluem hipotermia, coma, convulsões, paralisia, ataxia ou, em alguns casos, morte.

Prevenção

Equipes veterinárias tomam uma variedade de precauções para assegurar que as reações adversas não se apresentem. Isto inclui o teste de pré-condições para anestesia ou alergias, monitorização cirúrgica do animal e cuidado e monitorização pós-cirúrgica.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível