Reações ao odor de um colchão de espuma

Escrito por belinda robinson-jones | Traduzido por marcella narvaes
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Reações ao odor de um colchão de espuma
Camas com colchões de espuma (interior #9 image by turkinson from Fotolia.com)

Todo colchão de viscoelástico tem um "cheirinho de colchão novo" quando é removido de seu embrulho plástico. A maioria das pessoas reagem a esse cheirinho de forma benigna. Eles deixam o colchão tomar um ar por alguns dias até que o cheiro se dissipe e então dormem confortavelmente depois. Contudo, algumas pessoas são sensíveis a esse odor emitido pelos colchões de viscoelástico e podem até ficar muito doentes por causa do cheiro.

Outras pessoas estão lendo

Colchões de vicoelástico

Colchões de viscoelástico, protetores e travesseiros são feitos com substâncias químicas com base no petróleo, espumas, adesivos, plásticos e materiais retardadores de chamas. De acordo com uma pesquisa da Duke University, as substâncias químicas de colchões de viscoelástico, protetores e travesseiros incluem até 61 substâncias químicas tóxicas. Contudo, o Dr. Cara Matterson afirma que não há riscos de saúde comprovados dessas substâncias, particularmente quando o produto toma ar apropriadamente para se livrar desse cheiro.

Sensibilidade química múltipla

A sensibilidade à substâncias químicas múltiplas é uma doença na qual as pessoas desenvolvem reações alérgicas à coisas que geralmente não incomodaria outros. Onde a maioria das pessoas não se incomoda com o cheiro de um colchão novo, pessoas com essa doença sofrem de reações adversas ao odor causado pelas substâncias químicas tóxicas. O odor é emitido por adesivos, retardadores de chama e substâncias usadas na fabricação do colchão que geralmente dão início a esses efeitos adversos e deixam as pessoas sensíveis doentes.

Gatilhos

Espumas de viscoelástico, colchões e travesseiros contêm solventes, plásticos e substâncias químicas como benzeno, diisocianato de tolueno, hidrocarboneto odorífero e aminas terciárias, que também tem um odor forte. Esses produtos geralmente liberam esses gases naturalmente e o cheiro dura um período curto, causando nenhum problema para a maioria das pessoas. Mas pessoas sensíveis reagem de forma adversa a tais odores, o que gera alergias e as deixam doentes.

Sintomas e reações

Sintomas comuns entre as pessoas sensíveis à colchões de espuma incluem ataques de asma, tontura, náusea e problemas respiratórios. Outras pessoas têm sintomas semelhantes à gripe, sangramentos no nariz, coceiras e urticária como reações aos odores emitidos pelos produtos com espuma.

Tratamento

Deixe o colchão tomar ar, lave o jogo de cama e deixe o quarto tomar ar para ajudar a se livrar dos odores. Algumas pessoas usam vinagre e borra de café para ajudar com esse problema. Máquinas de ozônio são geralmente usadas em outros casos para se livrar do odor ofensivo. Quando essas precauções não fornecem alívio, é melhor se livrar do colchão de viscoelástico e seus produtos e escolher outro tipo de colchão que não gera essas reações alérgicas. Materiais naturais, como o jogo de cama de látex natural, são provavelmente melhores opções nesse caso.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível