Como realizar o desbridamento de feridas

Escrito por chris mcdaniel | Traduzido por fellipe jardim
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como realizar o desbridamento de feridas
Pedaços de gaze umedecidos com soro fisiológico são usados em desbridamento (Siri Stafford/Photodisc/Getty Images)

O desbridamento é o processo de limpeza de materiais estranhos e tecido danificado de uma ferida de modo que novo tecido saudável possa crescer. Os métodos de desbridamento variam e, de preferência, incluem produtos prescritos e técnicas cirúrgicas que são clinicamente supervisionadas e executadas por indivíduos treinados. No entanto, as feridas traumáticas sujas e feridas não infectadas com tecido morto (necrose) podem requerer desbridamento antes que a ajuda médica esteja disponível. Nesse caso, o desbridamento mecânico pode ser usado temporariamente. Também conhecido como irrigação com curativos úmidos a secos, o desbridamento mecânico é o método menos sofisticado, mas é fácil, barato e não requer nenhum treinamento ou prescrições especiais.

Nível de dificuldade:
Moderadamente fácil

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Seringa grande
  • 1 litro de água estéril ou soro fisiológico (de preferência) ou água engarrafada ou correne
  • Quadrados de gaze
  • Fita

Lista completaMinimizar

Instruções

    Preparo

  1. 1

    Posicione o paciente de modo que a gravidade ajude a drenar o soro fisiológico (ou outra solução de lavagem) e os detritos da ferida.

  2. 2

    Divida a gaze em duas pilhas sobre uma superfície limpa: uma com o suficiente para preencher cuidadosamente a ferida e outra para cobri-la.

  3. 3

    Despeje soro fisiológico sobre a primeira pilha para umedecer completamente a gaze (se estiver usando gaze embalada individualmente, basta umedecer a gaze dentro da embalagem para uma técnica mais limpa). Reserve.

    Tratamento

  1. 1

    Encha a seringa com a soro fisiológico e irrigue a ferida suavemente para remover detritos soltos e visíveis. Evite tocar na ferida com a ponta da seringa.

  2. 2

    Repita o procedimento até que a lavagem com soro fisiológico tenha terminado.

  3. 3

    Retire o excesso de soro fisiológico da pilha de gaze umedecida, deixando-a molhada, mas não encharcada.

  4. 4

    Desdobre os pedaços de gaze úmida e envolva-a suavemente na ferida.

  5. 5

    Cubra com gaze seca e prenda com fita nas bordas à pele intacta.

    Aplicação

  1. 1

    Deixe um curativo intacto durante oito a 12 horas. Isso permitirá que a gaze na ferida seque e venha a aderir aos detritos e tecido morto.

  2. 2

    Remova o curativo puxando levemente a gaze (se a gaze estiver presa na ferida e causar desconforto, umedeça-a um pouco e tente novamente.)

  3. 3

    Repita os Passos de 1 a 9 duas ou três vezes ao dia até que um profissional qualificado o faça.

Dicas & Advertências

  • Lave e desbride feridas traumáticas logo que possível após a lesão, para minimizar a infecção.
  • A ferida está limpa quando todo o tecido está vermelho vivo e não há resíduos visíveis ou tecido necrosado. Interrompa os curativos úmidos a secos para evitar desbridamento de tecido saudável; simplesmente mantenha a gaze úmida todo o tempo até que um tratamento melhor possa ser prescrito.
  • Não use força quando irrigar a ferida, pois isso pode danificar o tecido saudável ou incorporar mais resíduos na ferida.
  • O desbridamento mecânico pode ferir o tecido saudável se for feito de forma inadequada ou por muito tempo.
  • Não use esse método para feridas infectadas, por exemplo, aquelas que estão inflamadas ou têm um odor estranho ou drenagem amarelada e verde.

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível