Como rearranjar músicas para uma orquestra de cordas

Escrito por ehow contributor | Traduzido por lucas borges
  • Compartilhar
  • Tweetar
  • Compartilhar
  • Pin
  • E-mail
Como rearranjar músicas para uma orquestra de cordas
Siga os seguintes passos de modo a criar um arranjo musical para sua orquestra de cordas. (oboe image by rosa zaragoza from Fotolia.com)

Orquestras de corda oferecem, em muitos casos, maior flexibilidade do que uma orquestra completa. Consequentemente, eles também são muito mais acessíveis, e os números de conjuntos orquestrais de cordas, concursos e composições continuam a subir. No entanto, você pode querer expandir seu próprio repertório de orquestra de cordas ao criar arranjos de peças originalmente destinadas a outros instrumentos. E não há limites para o estilo de música que você pode arranjar, do clássico ao pop.

Nível de dificuldade:
Moderado

Outras pessoas estão lendo

O que você precisa?

  • Música para a qual você deseja criar um arranjo
  • Partitura em branco e/ou software de composição de música

Lista completaMinimizar

Instruções

    Preparação

  1. 1

    Obtenha a partitura da música que você quer arranjar para a orquestra de cordas. Você pode comprar uma cópia impressa ou transcrever auditivamente.

  2. 2

    Analise a música, fazendo anotações na partitura ou em um esboço separado. Identifique a melodia e a estrutura harmônica básica.

  3. 3

    Anote elementos adicionais depois de ter a estrutura básica delineada. Contra-melodias, dinâmicas, figuras rítmicas, mudanças de tempo e de instrumentos ou trocas vocais adicionam aspectos importantes para a música.

  4. 4

    Liste os instrumentos que você vai utilizar na orquestra. Orquestras de corda incluem primeiro e segundo violinos, violas, violoncelos e contrabaixos. Violão, piano, percussão, vocais e outros instrumentos podem ser usados ​​com moderação.

  5. 5

    Delineie a progressão melódica. Planeje quais instrumentos terão a melodia e em que momento. Saiba o que acontecerá em seguida e em quantas vozes a melodia será tocada em qualquer ponto.

  6. 6

    Delineie a progressão harmônica. Planeje quais instrumentos terão a harmonia e em que momento. Saiba o que acontecerá em seguida e quantos instrumentos deverão tocar a harmonia a qualquer momento.

    Rearranjando a música

  1. 1

    Configure a partitura no papel ou usando um programa de música de computador (como Finale ou Sibelius).

  2. 2

    Anote a assinatura de tons e de tempo.

  3. 3

    Escreva a melodia, a harmonia, e, finalmente, adicione dinâmicas e marcações fraseadas.

  4. 4

    Toque a música de volta para si mesmo, através do programa de computador. Digitalize-a enquanto escuta, procurando por erros de transposição, erros melódicos, harmônicos, rítmicos e "buracos" (partes em que você esqueceu de escrever ou partes onde a textura é fraca).

  5. 5

    Salve o manuscrito da música e imprima cópias.

  6. 6

    Faça cópias de cada parte para distribuir aos seus músicos. Ensaie com um lápis na mão para fazer qualquer correção necessária.

Dicas & Advertências

  • Mantenha uma gravação de áudio da peça em mãos enquanto você rearranja as peças escritas e até mesmo quando você ensaiar.
  • Procure por exemplos. Troque ideias e arranjos com os diretores companheiros da orquestra de cordas.
  • Verifique os catálogos e partituras da Internet para ver se a peça que deseja já foi arranjada para orquestra de cordas.
  • Se você não tem tempo ou recursos para organizar a música, você pode ter seu arranjo criado por um serviço profissional mediante o pagamento de uma taxa.
  • Verifique se as partes arranjadas não excedem a faixa de cada instrumento.
  • Dê crédito ao compositor original, e reconheça a si mesmo em "arranjada por".

Não perca

Filtro:
  • Geral
  • Artigos
  • Slides
  • Vídeos
Mostrar:
  • Mais relevantes
  • Mais lidos
  • Mais recentes

Nenhum artigo disponível

Nenhum slide disponível

Nenhum vídeo disponível